A areia

Criado por Narrador
843c607493f75bc1283a0806379eed1f

Dois amigos viajavam no deserto. Num determinado ponto da viagem, sentaram-se e um deles começou a discutir e deu uma bofetada ao companheiro.

O outro, ofendido, sem nada dizer, escreveu na areia: «Hoje o meu melhor amigo bateu-me no rosto».

Levantaram-se e continuaram a caminhada. Chegaram a um oásis e resolveram tomar banho.

O que tinha sido esbofeteado começou a afogar-se, sendo salvo pelo amigo.

Ao sair da água, pegou num estilete e escreveu numa pedra: «Hoje o meu melhor amigo salvou-me a vida».

Intrigado, o amigo perguntou:

— Por que é que, depois de eu te bater, escreveste na areia e agora escreves na rocha?

Sorrindo, o outro amigo respondeu:

— Quando um grande amigo nos ofende, devemos escrever na areia, onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de tudo apagar. Porém, quando nos faz algo grandioso, devemos gravar nas pedras da memória do coração, onde vento algum do mundo poderá apagar.

Não é nada fácil apagar do coração as ofensas recebidas e gravar nele o que nos fizeram de bom. É um desafio feito a todos os que já perceberam que a amizade sincera faz de nós pessoas humanas de qualidade.

Comentários