A Bilha de Leite

Criado por Narrador
images

Há muitos anos, quando as pessoas simples iam vender os seus produtos às feiras e com o dinheiro comprar alguma coisa, lá ia uma jovem com uma bilha de leite à cabeça. Enquanto caminhava, fazia os seus cálculos:

— Já sei o que irei fazer com o dinheiro que me derem por esta vasilha de leite. Com o dinheiro comprarei alguns ovos. Não serão para comer mas para chocar. Nascerão pintainhos. Depois de criados, venderei os frangos e ficarei com as frangas para porem mais ovos, que irei vender. Em pouco tempo estarei rica. Bem, não muito rica, mas com o dinheiro suficiente para comprar roupas mais novas e uma casa. Não faltarão rapazes que se queiram casar comigo. É claro que escolherei o mais rico e o mais bonito… Comprarei um vestido de noiva e terei uma linda festa de casamento. Toda a gente vai ficar admirada. Depois virá a lua de mel…
Enquanto pensava assim, começou a dançar de contente, esquecendo-se que tinha uma bilha de leite à cabeça. Esta caiu ao chão e partiu-se, derramando todo o leite no chão. Lá se foram os seus sonhos.

O poeta escreveu que «Deus quer, o homem sonha e a obra nasce». E preciso sonhar com um futuro sempre melhor, mas, para a obra nascer, é preciso manter os pés bem firmes no chão, pois a realidade é imprevisível.

Comentários