A Floresta Africana

Criado por Narrador
floresta africana

Há muitos e muitos anos atrás, numa selva chamada Floresta Africana, animais brancos e negros não conviviam em harmonia. Na verdade eles enfrentavam uma fase de muita turbulência, afinal, tudo era separado; os animais brancos só podiam circular pelos lugares indicados para animais brancos e os animais de pelo negro só podiam circular pelos ambientes preparados para eles. Desta forma, eles nunca se encontraram e muito menos faziam amizade entre eles.

A capital era dividida em duas partes: a floresta dos brancos que moravam os gansos, os tigres, cavalos, golfinhos, os coelhos e seus filhotes, o urso polar, as girafinhas e todos os animaizinhos de pelo mais clarinho. Mas do outro lado da floresta estavam o touro, as panteras, as onças negras, os chimpanzés, os gorilas, os cachorros selvagens, os lobos, as raposas, os gatos selvagens, os rinocerontes e todos os animais de pelo mais escuro.

O problema era que os animais brancos obrigavam os animais negros a fazer o trabalho mais pesado enquanto que os brancos só faziam o trabalho mais leve. Enquanto os tigres e cavalos limpavam os terrenos, os gorilas e os chimpanzés tinham que carregar os troncos de árvores caídos para construir as moradias dos animais. Na hora das refeições, os brancos sempre iam à frente para pegar a melhor comida, ficavam com as melhores frutas, as melhores presas e saíam pra descansar primeiro, já os animais negros só ficavam com os restos de comida que os outros deixavam e nunca tinham direito a nenhum pouquinho de descanso. Eles tinham que obedecer a tudo o que os animais brancos estipulavam sem poder falar nada!

Certa vez, cansados de tanta exploração, os animais negros se reuniram e resolveram dar um basta nesta situação. Não aguentavam mais passar por tanta humilhação, queriam trabalhar da mesma forma que os brancos, circular pelos mesmos lugares que eles e terem os mesmos direitos que eles. O touro chamou seus amigos para a reunião, a velha onça negra explicou que já estava ficando doente de tanto trabalhar, o gorila já não via seus filhotes há muitos dias e nenhum deles não queria mais continuar assim. Decidiram então protestar contra os animais brancos para que parassem de explorar o trabalho dos animais negros.

O chimpanzé teve a iniciativa de ir na frente e dar o recado do grupo, dizer o que tinham decidido. Mas a conversa não foi tão amigável! Os animais brancos ficaram revoltados com os negros e começou uma baita briga! Neste instante, chegou o mais inteligente, o rei da selva, o que era conhecido por todos como Madiba. Madiba era um sábio leão que tinha estudado em boas escolas e não gostava de violência. Ele entrou na frente do grupo para defender seu povo e passar para os animais brancos todo o sofrimento que eles estavam passando, mostrar para eles que não era justo que um bando de animais fosse explorado só porque tinha o pelo mais escuro que os outros, que todo mundo deveria ter direitos iguais e que todo mundo poderia viver em harmonia.

Mas a reação dos animais não foi tão pacífica, eles lutaram, brigaram, discutiram e sofreram muito. Mandaram prender Madiba numa cela bem apertadinha e ele ficou lá por quase 30 anos. Seus amigos negros ficaram muito tristes e continuaram a luta pela igualdade entre estes dois povos, sempre pedindo pela liberdade de seu líder, afinal, eles só queriam vivem num mundo de paz. De dentro de sua prisão, o sábio leão escreveu uma carta para seus amigos encorajando-os a lutar pelos seus direitos, mas pediu que não resolvessem nada com violência, de sua cela ele dizia: “sonho com o dia em que todos se levantarão e compreenderão que foram feitos pra viverem como irmãos”.

Após muitos anos de conflito, os animais brancos se reuniram e compreenderam que não era justo manter o leão preso por mais tempo e decidiram libertá-lo. Quando saiu da prisão, Madiba não se revoltou com os brancos, mas se tornou o líder de toda a floresta e determinou que acabassem com aquela separação. Não haveria mais lugar só para brancos e só para negros, não haveria mais diferença de trabalho, a comida seria a mesma para todos os animais, os filhotes não deveriam ter medo de brincar soltos pela floresta e os mais velhos não ficariam tão cansados por causa do trabalho pesado. A Floresta Africana seria um lugar em que todos poderiam vivem de forma igual, sem distinção de cor de pelo ou de religião ou qualquer outra diferença.

Apesar de Madiba não ser mais o líder da floresta atualmente, ele ainda é muito admirado e respeitado pela sua luta para fazer com que seu povo pudesse viver num lugar com respeito de todos e igualdade de direitos. A Floresta Africana ainda tem muitos desafios e todos que vivem nela ainda estão aprendendo a conviver com dignidade, mas hoje os animais carregam as cicatrizes de uma época em que a dor e o sofrimento serviu para mostrar que o caminho para a paz, pode ser difícil mas é um caminho que carrega muitas lições de vida e de esperança sem precisar de nenhuma arma, afinal, como disse o rei leão Madiba: “a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.

Comentários

floresta africana,animais da floresta africana,historia de floresta africana,historia floresta africana,historia o lobo e a raposa,imagens selva infantil