A Fuga da Morte

Criado por Narrador
80-puro_osso

Uma vez, o anjo da morte passou pelo palácio do rei. Um funcionário, ao vê-la, ficou muito assustado,
pensando que a morte o vinha buscar.
Desejando fugir para longe dela, que andava por ali, pediu ao rei o cavalo mais veloz.
O rei atendeu o seu pedido. Montou e saiu a galope. Atravessou montes e vales até que se fez noite. Cansado, avistou uma pedra e resolveu parar para refazer as forças e prosseguir a sua fuga da morte, pois tinha muito medo dela.
Nesse momento, viu que no rochedo estava um vulto branco. Ficou estarrecido. Era o anjo da Morte que vira no palácio do rei. O funcionário perguntou-lhe a tremer:

— Por que é que olhou para mim admirado esta manhã no palácio do rei?
O anjo da Morte respondeu:
— Sabes porquê? É que Deus disse-me para te esperar hoje aqui neste lugar, esta noite. Eu, ao ver-te lá, pensei para comigo: «Será que este velho funcionário, já trôpego, irá conseguir chegar a tempo a este lugar?» Afinal, chegaste a tempo de te apanhar precisamente aqui.

Pode parecer que Deus andava a perseguir esse homem para o matar. Isso só acontece na história, porque a realidade é outra. A morte faz parte da condição humana mas, depois dela está Deus a dar a vida em abundância.

Comentários