A Grande Barrela

Criado por Narrador
boneca

-Sabes, Zézito, vou fazer uma barrela geral aos vestidos das minhas bonecas. -disse a Joanita -Estão tão sujos que até metem nojo!
-Se quiseres podes lavar também os fatos do meu urso e do escarumba -respodeu o Zézito.
-Certamente, desde que me ajudes – concordou logo a Joanita.
Foi um belo trabalho, sim senhor! Enquanto a Joanita lavava tudo com «omo», o Zézito ia enxugando a roupa, fazendo-a passar entre dois rolos.
-Agora vamos estender tudo -ordenou a Joanita.
Mas como a corda era muito alta, os pequenos resolveram pendurar a roupa na vedação do quintal. Malhadinha, a cabrita da senhora Engrácia, pastava no campo vizinho.
-Anda cá, Malhadinha -chamaram os pequenitos.
Mas a comilona nem sequer levantou a cabeça das ervinhas. Como ameaçava chuva, os pequenos resolveram recolher os vestidos. Mas, quando foram apanhá-los, nem um só encontraram…! Aflita, a Joanita começou a chorar.
-Foi a malvada da Malhadinha -disse a senhora Engrácia -Essa gulosa come seja o que for! Mas não estejam tristes que eu já remedeio tudo. Com uns retalhos de tecido que tenho na minha arca, vou ajudá-los a fazer novos vestidos ainda mais bonitos.
E quando chegou a noitinha, toda a bonecada estava vestida a rigor. Mas, afinal, não era a Malhadinha quem havia comido os vestidos.
-Reparem neste coelhito que leva as calças do urso…!
É muito feio levantar falsos testemunhos.

Comentários