A Panela de Ferro e a Panela de Barro

Criado por Narrador
panela

Panela de ferro propôs à de barro
Que juntas fizessem pequena excursão;
Mas esta escusou-se, julgando prudente
Ficar no seu posto, juntinho ao fogão.

“Um toque (diz ela) reduz a pedaços
Meu todo argiloso, tão frágil e inerme;
No entanto, a senhora não teme os embates,
Pois é protegida de rija epiderme.”

PANELA DE FERRO

“Prometo-te amparo; irei afastando
Os corpos que danos te possam causar;
Porei de permeio, passando por eles,
Meu bojo que o embate lhe dá de afrontar.”

Tentada da oferta, panela de barro
Ao lado da sócia começa a jornada;
Três pés arrastando, coxeiam, tropicam,
E – tem-te, não caias – lá vão pela estrada.

Encontram-se, esbarram a cada momento,
Sofrendo a de barro, que em risco se viu;
Mal andam cem passos, ao muito, a de ferro,
A outra a mil cacos no chão reduziu;

E nem a de barro podia queixar-se.
Do forte a amizade não queiras jamais;
Aos grandes ligado terás esta sorte:
Procura os amigos no rol dos iguais.

Comentários

panela de ferro e de barro