A Santa Feia

Criado por Narrador
teresinha-desenho

Padre Camilo fez obras na igreja, que ficou bonita.
Apenas destoava uma imagem de Nossa Senhora muito antiga, que era mesmo muito feia. O povo até lhe chamava-a Nossa Senhora Feia.
Pensou em comprar uma nova para a substituir, mas o povo opôs-se, porque aquela era a imagem diante da qual rezaram os seus antepassados.
Pensou em contratar um pintor para que a tornasse mais bonita, mas a Comissão do Património Cultural disse que era uma imagem de interesse histórico e não se lhe podia tocar.
Mas o Padre Camilo não desistiu da ideia e organizou uma procissão com a imagem. Mas desta vez não seria à volta da igreja. A imagem iria numa velha carroça e percorreria todas as ruas esburacadas da freguesia.
A procissão saiu à rua. Com tantos solavancos, a imagem lá se foi segurando. Mas, a um certo momento, caiu ao chão. O povo gritou: «Ai!» seguido de uma exclamação: «Oh!»
De facto, era caso para se espantarem. Por debaixo desses pedaços de gesso resplandeceu uma imagem belíssima de prata. Tinha sido escondida para escapar aos ladrões.

Qualquer momento é importante para nos libertarmos daquilo que nos deforma, como são os nossos defeitos. Quando tivermos a coragem de quebrar tudo isso, apareceremos como homens novos, resplandecentes de beleza interior.

Comentários