As Pílulas

Criado por Narrador
escolhas

Uma mulher apresentou-se ao psicólogo e disse-lhe:

— Pode ajudar-me pois tenho um grande problema.

O psicólogo, solícito, perguntou:

— Então de que problema se queixa?

A mulher continuou:

— Tenho muitas dificuldades com o meu marido. Todas as noites, quando chega a casa, começamos a discutir, e é ver quem fala mais alto.

O psicólogo, respondeu:

— A cura é fácil.

A mulher, muito admirada, perguntou:

— Então que devo fazer, senhor doutor?

O psicólogo explicou:

— Todas as noites, quando sentir que o seu marido está a chegar a casa, meta na boca estas quatro pílulas cor de rosa, uma depois da outra. Não todas juntas. E vá-as chupando lentamente. Muito, muito lentamente.
Uma semana depois, a mulher regressou ao consultório do psicólogo, sorridente e calma, e disse-lhe:

— Estas pílulas são milagrosas. Desejo uma outra embalagem. Desde que as tomo, nunca mais tive uma discussão à chegada do meu marido a casa.

A poluição do ambiente é muito prejudicial, mas também é muito desagradável a poluição sonora, sobretudo a que acontece nas famílias com discussões inúteis. As pílulas que acalmam são muito importantes.

Comentários