As sementes

Criado por Narrador
semente3

Duas sementes estavam lado a lado, enterradas no solo de um terreno fértil.

Dizia a primeira:

— Eu quero crescer! Quero estender as minhas raízes para me manter de pé, e elevar os meus rebentos furando a negra terra até ver a luz do sol de Primavera. Quero depois elevar-me cada vez mais alta, desfraldando ao vento as folhas verdes e fazendo brotar as flores, que dão fruto.

E assim essa semente, decidida a crescer, cresceu sempre mais e mais, e deu muito fruto para alegria de toda a gente.

A segunda semente disse:

— Eu tenho medo de crescer. Para estender as minhas raízes e vencer a resistência do solo é preciso muito esforço.

Depois tenho medo que venham animais comer os meus rebentos e me matem. E, se chegar a ter flores, sempre virá alguma criança a apanhá-las e sem flores fico feia. Não. E muito esforço. Prefiro ficar aqui no quentinho, debaixo da terra.

Uma galinha, que andava a esgravatar no solo à procura de comida, descobriu a semente que se recusou a crescer e, num instante, comeu-a.

Arriscar é um verbo que toda a pessoa terá de saber conjugar em todos os tempos e modos. Há quem tenha medo e prefira ficar quieto, com medo do esforço. Mas são de louvar apenas os activos, sem medo de novos desafios.

Comentários

desenho de sementes