As Senhoras de Mantinha de Seda

Criado por Narrador
mel

Havia uma viúva que tinha um filho muito aparvalhado. Um dia diz-lhe a mãe:
– Vai à cidade, leva esta barranha de mel, vende-a e traz-me o dinheiro.
O rapaz agarrou na barranha de mel e dirigiu-se à cidade. Pelo caminho viu-se perseguido por muitas coisas e falando nervosamente, para elas, dizia-lhes:
– Se as senhoras querem comprar mel fazemos negócio, mas não me piquem, por favor.
As moscas não responderam, e insistiram em não o largar. Então ele despejou o mel sobre uma pedra e disse:
– Se querem o mel, aí o têm, mas despachem-se e dêem-me o dinheiro. Então ele zangou-se e disse-lhes que ia queixar-se à justiça. E assim fez. Voltou para casa para vestir o seu fato e apresentou-se no Tribunal a fazer queixa:
– Vendi o mel a umas senhoras e não me deram o dinheiro.
– Mas conheces essas senhoras? – perguntou o juiz.
– Conheço-as de vista.
– E quem são essas senhoras? – indagou, de novo, o juiz.
– São as senhoras de mantinha de seda, não sei dizer o nome delas, mas conheço-as logo que as veja.
O Juiz, julgando que ele estava a brincar, disse-lhe:
– Quando as encontrares atira-lhes uma boa paulada.
Sucede, porém, que nesses momento pousou na testa do Juiz uma mosca.
Então o labrego «ferrou» imediatamente na testa do Juiz uma paulada, dizendo:
– Da primeira já estou vingado.

Comentários

historias infantis sobre alimentação saudável,historias infantis sobre alimentos,fabulas sobre inveja,historia infantil alimentação saudável,histórias sobre alimentação,historias sobre alimentação saudável,historias de inveja,historia infantil sobre alimentos,histórias sobre a alimentação,história sobre alimentação saudável