Histórias




raposa-500px A Raposa sem rabo

Uma ladina Raposa Caiu em certa armadilha, (Que sempre as tece o Diabo!) E foi grande maravilha Ficar apenas sem rabo: Com tal perda envergonhada, De a coonestar busca a ideia; E as sócias vendo uma vez Juntas em grande assembleia, Lhes disse muito cortês: – Sabei que os cães destes sítios, – Que há dias tenho encontrado – Por esta campina toda, –

Ver mais…


644px-Astronomer.svg O Astrónomo

Era uma vez um astrónomo, apaixonado pela observação dos astros. Sonhava descobrir alguma estrela ou cometa. Dar-lhe-ia o seu nome e ficaria na história da astronomia. Saía de casa todas as noites com o seu telescópio a fim de observar os astros do firmamento. Um dia, quando vagueava pelos arrabaldes da cidade de cabeça erguida e olhos fitos no céu estrelado, por descuido, caiu

Ver mais…


desenho Meu cabelo é: CABELINDÃO

Cabelo é uma coisa engraçada Se você corta, ele cresce Se você clareia, ele escurece Se você escurece, ele embranquece E lá um belo dia, simplesmente desaparece Cabelo é uma coisa interessante É tanta coisa que se passa Shampoo, condicionante Laquet, anti-frizz E qualquer outra coisa Que agrade o nariz Cabelo é uma coisa colorida Vermelho, preto, dourado Castanho, branco, acinzentado E o mais

Ver mais…


8aaf4df7283dd296c59fdb47fc2033fa O companheiro misterioso

O Rolando vivia na cidade, no meio de muitas casas e muros altos. Quase não havia nada para ver, em matéria de pássaros, animais, florestas e prados. Mas, naquele verão, o rapazinho de sete anos, devia ir, pela primeira vez, passar as férias com o tio. O tio Max e a tia Gilda, viviam numa região de colinas e florestas, entre as muitas encostas,

Ver mais…


natal MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO

MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO Quando era criança, na noite de Natal, eu e o meu irmão partia-mos nozes e avelãs no chão de cimento da cozinha, à luz do candeeiro, enquanto a minha mãe se ocupava das coisas que as mães fazem. Depois, quando o meu pai chegava, jantava-mos como sempre e seguia-se, propriamente, a cerimónia de Natal. Naquela noite o meu pai

Ver mais…


de-kinderen-spelen-kubus-14009479 O castelo em ruínas

O Carlos limpou as lágrimas que lhe corriam pela cara abaixo. “Ela fez de propósito.” murmurou, “estou contente de lhe ter batido.” Ele tinha um ar sombrio ao sentar-se na cadeira, onde devia ficar, segundo as ordens da mãe, tanto tempo quanto fosse necessário, até se sentir arrependido de ter tratado a irmã tão mal. Ainda há alguns instantes o Carlos estava tão contente!

Ver mais…


ranas Os sapos

Um dia, os sapos decidiram utilizar o fim-de-semana para se juntarem e fazerem uma competição. Também eles tinham direito a divertir-se, como fazem as pessoas. Como os desportos radicais estavam na moda, resolveram subir até ao cimo da torre mais alta da cidade. Chegados ao dia, começou a competição. Ei-los todos atarefados para ver qual deles conseguia subir até ao cimo da torre. A

Ver mais…


princesas.. A princesa Dos Sapatos Vermelhos

Um rei que tinha três filhas, todas elas muito bonitas. Dormiam juntas no mesmo quarto e com as camas umas ao lado das outras. O rei, que era muito desconfiado, fechava sempre a porta à chave, quando se iam deitar. Mas uma manhã, quando voltou a abri-la, descobriu com espanto que as solas dos sapatos da sua filha mais velha estavam gastas. Passado algum

Ver mais…


buque-de-flor-18_47182 O ramo de flores

A velhinha, de rosto sereno e tranquilo, desde que morrera o seu marido, passou a viver numa residência para idosos. Não tinha nenhum parente com quem pudesse viver. As pessoas constatavam que, na época do Natal, aquela mulher recebia sempre uma encomenda e um ramo de flores. Abria-a com alegria diante das colegas e dizia sempre estas palavras: — Estais a ver? Ele mais

Ver mais…


00_001_andorinhas A última andorinha

Era o momento das andorinhas regressarem através dos mares para as suas terras. Mas uma delas chegou tarde. Que fazer? Decidiu empreender viagem, sozinha. O sol brilhava com força. Depois de várias horas de voo, faltou-lhe o ânimo e começou a ficar esgotada. Decidiu então deixar-se cair nas águas e morrer. Nesse momento, viu outra andorinha que voava junto às águas do mar na

Ver mais…