Contos Populares




bianchinaerosetta1youpoorbearcometothefire4 Rosa Branca e Rosa Rubra

Uma pobre viúva que vivia numa casa onde cresciam duas roseiras; uma dava rosas brancas e a outra rosas rubras. As suas duas filhas pareciam-se tanto com essas duas roseiras que lhes pôs o nome de Rosa Branca e Rosa Rubra. As duas gostavam muito uma da outra e iam sempre juntas para todo o lado. Um dia, ao entardecer, enquanto a mãe lia

Ver mais…


burro O Burro do Azeiteiro

Dois estudantes encontraram numa estrada um azeiteiro que levava pela rédea um burro carregado de bilhas de azeite. E repararam que o azeiteiro batia, sem dó nem piedade, com o chicote no pobre burro. Este, provavelmente porque já vinha de muito longe, ia cansado, subindo a encosta a custo e ao ritmo das chicotadas do dono. – Deve ser já muito velho, ou então,

Ver mais…


palacio A Menina e o Bicho

Era uma vez um homem que tinha três filhas. Eram todas muito amigas dele, mas havia uma que ele estimava mais. Foi um dia à feira e perguntou às filhas o que é que elas queriam de lá. Uma delas disse: – Um chapéu e umas botas! A outra disse também: – Um vestido e um xaile! Mas a que ele estimava mais não

Ver mais…


comadre morte Comadre Morte

Havia um homem que tinha tantos filhos, tantos que não havia ninguém na freguesia que não fosse compadre dele e vai a mulher teve mais um filho. Que havia do homem fazer? Foi por esses caminhos fora a ver se encontrava alguém que convidasse para compadre. Encontrou um pobrezito e perguntou-lhe se queria ser compadre dele. – Quero; mas tu sabes quem eu sou?

Ver mais…


mel As Senhoras de Mantinha de Seda

Havia uma viúva que tinha um filho muito aparvalhado. Um dia diz-lhe a mãe: – Vai à cidade, leva esta barranha de mel, vende-a e traz-me o dinheiro. O rapaz agarrou na barranha de mel e dirigiu-se à cidade. Pelo caminho viu-se perseguido por muitas coisas e falando nervosamente, para elas, dizia-lhes: – Se as senhoras querem comprar mel fazemos negócio, mas não me

Ver mais…


princesas.. A princesa Dos Sapatos Vermelhos

Um rei que tinha três filhas, todas elas muito bonitas. Dormiam juntas no mesmo quarto e com as camas umas ao lado das outras. O rei, que era muito desconfiado, fechava sempre a porta à chave, quando se iam deitar. Mas uma manhã, quando voltou a abri-la, descobriu com espanto que as solas dos sapatos da sua filha mais velha estavam gastas. Passado algum

Ver mais…


pedro e o lobo O Pedro e o Lobo

O Pedro era um pastor. O seu trabalho era tomar conta das ovelhas enquanto pastavam. Mas por vezes ficava aborrecido por estar sozinho, sem ninguém com quem brincar e falar. Um dia resolveu fazer uma brincadeira para se divertir. Desatou a gritar: – Lobo, lobo, socorro, está aqui um lobo! Os fazendeiros que ouviram a gritaria desataram a correr para ajudar o Pedro a

Ver mais…


crianca diferente De criança diferente a adulto consciente

Nasci e quando comecei a crescer, mamãe descobriu que havia algo diferente em mim. Os sons iam ficando cada vez mais distante e os médicos diziam que um dia eu não poderia mais ouvir o canto dos pássaros, o latido do cachorro, a música e nem mesmo a voz da mamãe. Fui crescendo como toda criança e um dia minha mãe me ensinou que

Ver mais…


peixe4-798177 O Descontentamento do Peixe Grande

Numa poça isolada do rio grande vivia uma colónia de peixinhos. Eram muito amigos uns dos outros e reinava a paz no local. Havia, no entanto, um peixe grande e orgulhoso que estragava um pouco essa harmonia. Resmungava quando os peixinhos se aproximavam dele e queria para si tudo o que havia de melhor. Um dia, um dos peixinhos, numa tentativa de se libertar

Ver mais…


natal MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO

MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO Quando era criança, na noite de Natal, eu e o meu irmão partia-mos nozes e avelãs no chão de cimento da cozinha, à luz do candeeiro, enquanto a minha mãe se ocupava das coisas que as mães fazem. Depois, quando o meu pai chegava, jantava-mos como sempre e seguia-se, propriamente, a cerimónia de Natal. Naquela noite o meu pai

Ver mais…