Contos Infantis




danca_arco_iris01 A dança do arco-íris

Há muito e muito tempo, vivia sobre uma planície de nuvens uma tribo muito feliz. Como não havia solo para plantar, só um emaranhado de fios branquinhos e fofos como algodão-doce, as pessoas se alimentavam da carne de aves abatidas com flechas, que faziam amarrando em feixe uma porção dos fios que formavam o chão. De vez em quando, o chão dava umas sacudidelas,

Ver mais…


fire-in-house-hi O Salvador

Era uma vez uma menina órfã que vivia com a avó num segundo andar. Uma noite, houve fogo e a avó morreu. Os vizinhos chamaram os bombeiros. Entretanto, viram a menina na janela do primeiro andar a gritar por socorro. De repente, apareceu um homem com uma escada. Subiu à janela, cercada de chamas, agarrou na menina, desceu com ela ao colo, entregou-a a

Ver mais…


pulga A Pulga e o Piolho

Estava a pulga e o piolho em sua casa, quando a pulga resolveu sair para ir ao moinho pegar trigo. Antes de sair avisou ao Piolho: Tome cuidado Piolhinho para não cair na panela de sopa hein! O pequeno piolho achou engraçada a preocupação da amiga e riu-se a valer: – Pode deixar que tomarei cuidado e não cairei na panela! Depois que a

Ver mais…


burro O Burro do Azeiteiro

Dois estudantes encontraram numa estrada um azeiteiro que levava pela rédea um burro carregado de bilhas de azeite. E repararam que o azeiteiro batia, sem dó nem piedade, com o chicote no pobre burro. Este, provavelmente porque já vinha de muito longe, ia cansado, subindo a encosta a custo e ao ritmo das chicotadas do dono. – Deve ser já muito velho, ou então,

Ver mais…


2580189623_4ebc2f588c[1] O Gigante Egoísta

Toda tarde, no caminho de volta da escola, as crianças tinham o hábito de ir ao jardim do Gigante para brincar. Era um jardim grande e encantador, com a grama verde e macia. Em um ponto e outro, sobre a grama, lindas flores se erguiam, assim como as estrelas surgem no céu . Havia doze pessegueiros que, na primavera, brotavam delicadas flores de cor

Ver mais…


O PELICANO O Pelicano

Era uma vez um pelicano, uma ave de bico comprido, que partiu à busca de alimento para os seus filhos. Uma serpente, escondida entre a ramagem, ao vê-la sair, aproximou-se do ninho onde dormiam os pequenos pelicanos. Mordeu-os a todos, um por um, passando os pobrezinhos do sono para a morte. Satisfeita, a serpente voltou para o seu esconderijo, a fim de gozar com

Ver mais…


ogatoeogalo O Gato e o Galo

Certa dia, um pequeno ratinho ainda a aprender os mistérios e dilemas da vida de um rato adulto, viu um gato e achou este um animal bonito e elegante, pois o seu pêlo aparentava ser macio e os seus olhos eram verdes escuros como duas azeitonas. No entanto, ao encontrar um galo noutra direção assustou-se, pois o bicho para ele era horrível de aparência,

Ver mais…


escultor O escultor

Um amigo do famoso escultor Miguel Ângelo aproximou-se dele na sua oficina e disse-lhe: — Miguel, acho que não passas de um grande preguiçoso disfarçado de escultor. Miguel Ângelo ficou surpreendido e exclamou: — Não sei em que te baseias para me classificar de preguiçoso, pois eu trabalho dia e noite. O amigo retorquiu: — Estive aqui a semana passada e encontrei-te a esculpir

Ver mais…


Printable_Sky_Rocket_Fireworks-01 A grande detonação

O Valter e o Edi caminhavam para casa, iam carregados de toda a espécie de embrulhos que a mãe tinha comprado. Em breve teria lugar, novamente, a festa nacional. O vendedor tinha dado aos dois rapazitos dois foguetes. Eles mal podiam esperar até os acenderem. Dariam ambos um grande estrondo? A mãe riu compreensivamente da animação dos rapazitos. No entanto, pegou nos dois foguetes

Ver mais…


carica Uma Carica e Tanto

Vou contar-vos, hoje, a história desta carica. Não é uma carica qualquer. Desde que nascera que sabia que estava reservada para altos destinos. Descendia da lata, pois descendia, mas à lata não voltaria. Amoldada, como milhares das suas irmãs, à boca de uma garrafa, foi à vida com a garrafa a que a juntaram. Um dia, uma pressão – tche! E rua, chão… Chão

Ver mais…