Contos Infantis




did da que fazer Didi dá que fazer

Quem me contou esta história foi o Rogério, um rapazinho meu amigo, que morava no 2º direito do prédio onde eu moro. Deixou de ser meu vizinho há coisa de um ano, pouco mais ou menos. O pai dele foi colocado em Estrasburgo, que fica em França, perto da Alemanha, e, como é bom de ver, a família mudou-se também. Quando se foi embora,

Ver mais…


de-kinderen-spelen-kubus-14009479 O castelo em ruínas

O Carlos limpou as lágrimas que lhe corriam pela cara abaixo. “Ela fez de propósito.” murmurou, “estou contente de lhe ter batido.” Ele tinha um ar sombrio ao sentar-se na cadeira, onde devia ficar, segundo as ordens da mãe, tanto tempo quanto fosse necessário, até se sentir arrependido de ter tratado a irmã tão mal. Ainda há alguns instantes o Carlos estava tão contente!

Ver mais…


homem_trabalhando_colorir_profissao_13 O marmorista

O gravador de lápides funerárias poisou o cinzel e disse: — Terminei. O homem examinou a pedra: as duas datas 1920 e 2003 separadas por um pequeno traço de dois centímetros. Depois abanou a cabeça e disse: — Não sei como me explicar, mas parece-me muito pouco. Veja, o meu pai teve uma vida cheia e longa. Desejaria que ficasse gravado no mármore de

Ver mais…


Barba-azul O Barba Azul

Um homem muito rico e poderoso que vivia sozinho num grande palácio. Chamavam-lhe Barba Azul porque tinha uma longa e estranha barba azul-escura. Por causa disso, o seu aspecto era sombrio e todos tinham medo dele. Um dia, o Barba Azul foi visitar uma senhora que vivia próximo do seu palácio e pediu em casamento a sua filha mais nova, que era uma jovem

Ver mais…


trabalho-escolar-segundo-as-normas-da-abnt O Trabalho de Casa

Uma vez, numa aula de adultos, o professor deu como trabalho de casa o seguinte: «Ir ao encontro de alguém de dizer-lhe que o ama». Contariam depois o que sentiram. O André, enquanto regressava a casa, pensava a que pessoa iria declarar a sua amizade. E pensou no seu pai. De facto, há cinco anos que se tinham zangado e, por isso, evitavam ver-se,

Ver mais…


O AROMA O Aroma

Uma filha, muito desanimada, contava à mãe as suas desgraças. Tudo lhe corria mal: no trabalho, na família, nos negócios. Depois de a ouvir atentamente, a sua mãe convidou-a a acompanhá-la à cozinha. Aí deu-lhe uma cenoura, um ovo e alguns grãos de café e disse-lhe: — Põe tudo isto a ferver durante alguns minutos. A filha obedeceu. No final, perguntou qual o significado de

Ver mais…


cartoon-worm-10 As Larvas E Os Insectos

Era uma vez umas larvas, pequenos embriões, que viviam felizes no lodo do rio. Ficavam, porém, muito tristes quando viam desparecer as suas irmãs, trepando pelos caules dos nenúfares. Não sabiam qual era o seu destino, nem o que lhes sucedia. Um dia, fizeram um pacto. Prometeram que, se alguma delas sentisse vontade de subir, voltaria para contar porque tiveram de partir e o

Ver mais…


sinos Os Mil Sinos

Era uma vez uma ilha onde havia, junto ao mar, um templo com mais de mil sinos. Quando soprava o vento, todos os sinos repicavam, produzindo uma melodia encantadora. Um dia, porém, uma parte da ilha afundou-se e com ela o templo dos mil sinos. Uma tradição antiga afirmava que esses sinos continuavam a repicar. Por isso, um jovem percorreu centenas de quilómetros para

Ver mais…


simples-flor_17-505071526 A Flor

Uma vez, um homem desiludido da vida sentou-se num banco do jardim. Sentia-se um desgraçado e até chegou a pensar no suicídio. A um certo momento, apareceu-lhe na frente um menino ofegante, que andava por ali a brincar, e ofereceu-lhe uma flor, dizendo; — Esta linda flor é para si. Agarre nela. A flor nem era nada bonita e já estava murcha. Recusou e

Ver mais…


mosca A Mosca que Mora na Teia

Pra encurtar a história, nem vou contar como Maradona, a mosca, escapou do açucareiro, pois foi tampada lá dentro e não havia meio de alguém destampar. Não vou contar também como foi que Maradona aprendeu que através da vidraça mosca não passa. Pois bem… um dia Maradona caiu na teia. – Lá vem a aranha… ronc, ronc, ronc… preciso esconder-me… – Aonde, meu Deus?

Ver mais…