Contos Infantis




anita Anita perdeu o seu cão Pantufa

A Anita vive no Edifício dos Abetos com o seu cão Pantufa, que acabou de perder. À frente do prédio há um parque de estacionamento, alguns bancos e espaços verdes. É aqui que as crianças brincam. Andam de bicicleta, de patins e jogam à macaca. A Anita e o Pedro moram no 3º e o Luís no 4º andar. Na entrada do prédio encontram

Ver mais…


rainbow_feather_wallpaper-1280x800 As cores de Maria

Conheci uma menina que tinha no nome uma cor: Rosa, mas não era apenas Rosa e um sobrenome, era Maria Rosa e um sobrenome que não me recordo agora, mas ela sempre dizia o nome completo. Aos seis aninhos, ela pulava, brincava e sorria o tempo todo, tipo comercial de gel dental, sabe? Faltava-lhe um dentinho, na arcada superior, mas pensa que ela ligava?

Ver mais…


peixinho vermelho O Peixinho Vermelho

No centro de formoso jardim, havia grande lago, adornado de ladrilhos azu-turquesa. Alimentado por diminuto canal de pedra, escoava suas águas, do outro lado, através de grade muito estreita. Nesse reduto acolhedor, vivia toda uma comunidade de peixes, a se refestelarem, nédios e satisfeitos, em complicadas locas, frescas e sombrias. Elegeram um dos concidadãos de barbatanas para os encargos de rei, e ali viviam,

Ver mais…


barbeiro O Barbeiro

Um cristão e um barbeiro ateu estavam a conversar acerca de assuntos de fé. O barbeiro dizia: — Não posso acreditar no teu Deus. Dizes que ele é Amor. Se o fosse, não consentiria que houvesse tanta gente má e tanto mal no mundo. O cristão não respondeu e continuaram em silêncio. Mais adiante, passaram por um parque. Num dos bancos estava deitado um

Ver mais…


aranha-na-teia-circular_91-6589 A teia de aranha

Uma vez, uma psicóloga quis fazer uma experiência. Na sala de visitas de sua casa, colocou uma grande teia de aranha. Qualquer pessoa que entrasse, inevitavelmente tinha que a ver. Ela observaria, discretamente, o que diziam. Entraram durante a semana pessoas desconhecidas. A psicóloga foi escutando. Eis algumas das expressões que ouviu dessas pessoas: — Esta mulher deve ser muito distraída. Não vê como

Ver mais…


imagenes-blancanieves-g História Da Branca E Os Sete Anões

Colorir este desenho Há muito tempo, num reino distante, viviam um rei, uma rainha e sua filhinha, a princesa Branca de Neve. Sua pele era branca como a neve, os lábios vermelhos como o sangue e os cabelos pretos como o ébano. Um dia, a rainha ficou muito doente e morreu. O rei, sentindo-se muito sozinho, casou-se novamente. O que ninguém sabia é que

Ver mais…


cegonha e a tartaruga A Cegonha e a Tartaruga

– Vou partir para as terras quentes do sul – declarou a cegonha com visível orgulho. – Desde que anunciaram tempos difíceis, não penso noutra coisa. – Quem é que anunciou tempos difíceis? – perguntou a tartaruga num bocejo. – O boletim meteorológico. Falaram de vento, chuva, frio, enfim só coisas desagradáveis. Eu, sempre que posso, fujo do que me aborrece. – Foges? –

Ver mais…


piel-de-asno-de-cathydelanssay A princesa pele de asno

Era uma vez um boníssimo rei, a quem o povo muito amava e os vizinhos muito respeitavam, sendo por isso o rei mais feliz do mundo. Além do mais, ele teve a sorte de casar-se com uma princesa linda e igualmente virtuosa que lhe deu apenas uma filha, porém tão encantadora, que os pais viviam num verdadeiro êxtase. No palácio real, havia abundância de

Ver mais…


fire-in-house-hi O Salvador

Era uma vez uma menina órfã que vivia com a avó num segundo andar. Uma noite, houve fogo e a avó morreu. Os vizinhos chamaram os bombeiros. Entretanto, viram a menina na janela do primeiro andar a gritar por socorro. De repente, apareceu um homem com uma escada. Subiu à janela, cercada de chamas, agarrou na menina, desceu com ela ao colo, entregou-a a

Ver mais…


1231191_558838430830814_1566479225_n2 Um minuto

Uma criança, com voz tímida, perguntou ao pai quando este regressou do trabalho: — Pai, quanto é que ganhas por hora? O pai, num gesto severo, respondeu: — Escuta, meu filho, isso nem a tua mãe sabe. Não me aborreças que estou cansado. Mas o filho insistiu: — Mas, pai, por favor diz quanto ganhas por hora? A reacção do pai foi menos severa

Ver mais…