Diário: Uma nova amizade

Criado por Teresa Pacheco


Era uma vez, uma menina chamada Isa.
Todos os dias, ao acordar ia à janela respirar ar puro, “nada melhor do que respirar numa manhã tão linda como esta” – dizia sorridente.
– Isa! Vem tomar o pequeno-almoço!- dizia a mãe apressada,pois tinha de ir logo de manhãzinha à padaria, buscar pão quentinho e fresquinho.
Quando a Isa, terminou o pequeno-almoço, foi buscar a sua mala ao quarto, havia lá dentro muitas coisinhas: Uma casinha de bonecas, bonequinhas de pano feitas pela sua mãe, um mini-computador rosa e a não esquecer a sua ursinha de pelúcia, oferecida pela sua avó Isilda. Isa, estava tão ansiosa que apressou o pai a despachar-se, para logo irem ao parque-infantil.
No Parque-Infantil, havia muitas pessoas, andando em seu redor, de lá para cá, de cá para lá. Era uma alegria.
Isa, percorrera o parque todo até encontrar uma casinha de pedra onde costumava brincar com as suas bonecas,mas quando esta chega,vê o lugar ocupado por uma menina. A menina tinha pele pálida, olhos verdes brilhantes,como de uma boneca.
Então, Isa não hesitou em dizer-lhe:
– Aqui, é onde brinco com as minhas bonecas,pode por favor sair para eu brincar?
A menina, olha-a e vai a correr para sua mãe, como se estivera assustada. A menina, não falava, era muda. Tinha feito uma operação à garganta, pelo que ainda não podia falar.
Isa, por um momento sentiu-se triste ao ver a menina sair a correr, assustada,então foi falar com o pai para lhe levar àquela senhora para lhe dizer que não era sua intenção assustar a menina.
– Senhora, venho pedir desculpa por ter assustado a menina. Eu só queria brincar, no sítio onde sempre brinco com as minhas bonecas, sei que fiz errado dizer-lhe daquela maneira.Peço desculpa por isso. Disse-lhe tristemente.
– Não faz mal, a sara,como não conhece ninguém assusta-se facilmente.Foi operada à garganta pelo que ainda não pode falar, mas é uma boa menina. Ela correu para mim, com medo de que gozassem com ela por ser muda, por isso que correu em direcção a mim. Disse-lhe a senhora Clotilde.
Após ouvir o pedido de desculpas da menina Isa, Sara escreve-lhe em o papel e aponta-lhe:
– Já passou, estou bem. Quer ser minha amiga? Vamos Brincar?
Isa, ficou contente por ver as palavras escritas no papel, que disse-lhe:
– Claro! Vamos brincar, às professoras. Eu sou a professora e tu minha aluna. Vamos.
Mais tarde, hora de ir para casa…
– Gostei muito de brincar contigo,nos veremos para a próxima vez. Disse Isa acenando-a e sorrindo.
Em casa, a mãe prepara pão com doce de framboesa e pergunta-lhe:
– Hoje a tarde foi boa?
– Sim, muito boa. Consegui uma nova amiga, ela é muito simpática, apesar de ser muda, é a melhor amiga de sempre, espero que nos encontremos para a próxima vez. Tirei uma fotografia com ela, vou guardá-la no meu diário das novas amizades!

Fim

Comentários

noava amizade historia infati,desfecho da história uma nova amizade infantil,diario de uma amizade ler,diário uma nova amizade historia infantil,história infantil amizade engraçada,historia infantil diário de uma nova amizade,historia infantis novo 2017,historias em diarios,historias em textos dramatisados meu diario