Macacos de Imitação

Criado por Narrador
Macacos C (2)

Havia um homem que negociava em barretes encarnados. Ora uma vez em África, ao atravessar o sertão, sentiu tanto calor que resolveu descansar à sombra de uma árvore, pondo um dos barretes na cabeça para evitar que alguns raios de sol, que se infiltravam pelos ramos, o incomodassem. Colocou, ao lado, a mala onde transportava os barretes e adormeceu.
Horas depois, quando acordou, ergueu-se e preparava-se já para continuar a caminhada quando, ao pegar na mala, a sentiu tão leve que a abriu. Qual não foi o seu espanto ao vê-la completamente vazia!
Muito triste e preocupado, sentou-se a pensar quem teria sido o ladrão. Olhou em volta e não viu ninguém. Onde é que o ladrão se escondera?
Até que, erguendo os olhos para a árvore sob a qual tinha adormecido, a viu repleta de macacos que faziam momices com os barretes na cabeça. O pobre homem julgou a sua mercadoria perdida para sempre. E, muito desesperado, atirou para o chão os barretes que cada um tinha na cabeça.
Consta que foi por causa deste acontecimento que, ainda hoje, quando uma pessoa faz precisamente o mesmo que outra, se lhe chama macaco de imitação.

Comentários

historia infantil de macaco,lendas africanas infantis,lendas infantis africanas,história infantil africana,historias infantis africanas,contos infantis africanos,lendas africanas para imprimir