O fugitivo

Criado por Narrador
cachinhos-dourados-figura0a

Numa pequena cidade, um pai teve uma grande discussão com o filho. Veio a noite e os dois continuavam sem se falar. Foram deitar-se sem ter coragem de fazer as pazes.

Na manhã seguinte, descobriu que a cama do filho estava vazia e ele tinha fugido de casa.
Vencido pelos remorsos, esse pai meteu a mão na consciência e concluiu que o seu filho era o mais importante de tudo.

Queria solucionar o problema que o atormentava. Depois de muito pensar, julgou ter encontrado a solução possível.

Foi a um centro comercial muito conhecido na cidade e frequentado por centenas de jovens. Pediu para colocar ali um grande cartaz que dizia: «Francisco, volta para casa. Amo-te. Vem ter comigo aqui amanhã de manhã».

Na manhã seguinte, esse pai chegou ao centro comercial e encontrou-se, nada mais nada menos, com sete rapazes chamados Francisco.

Ficou muito surpreendido. Todos eles responderam à chamada do amor, na esperança de que fosse o seu pai, de braços abertos, a convidá-los para casa.

É surpreendente o número de jovens que, nas grandes cidades, passam o dia e a noite nas ruas, longe das suas famílias. Necessitam de encontrar alguém que lhes diga: «Vem para esta casa e encontrarás pão, amizade e alegria».

Comentários