O furo no pneu

Criado por Narrador
pneu_abre

Um casal de turistas ia de carro a caminho de uma cidade do interior. Era manhã muito cedo, ainda escuro. Perto de uma estação de serviço tiveram um furo num pneu. Pararam e viram um homem que estava encostado à bomba de gasolina, parecendo estar à espera de alguém. Seria o empregado da estação? O dono do carro disse-lhe:

— Podia mudar o pneu, se faz favor?

Depois de pensar um pouco, respondeu:

— Está bem. Mas tem de me emprestar as ferramentas.

Entretanto, abriu-se o bar da estação de serviço. Enquanto o homem mudava o pneu, o casal foi tomar
alguma coisa. Enquanto bebiam o café, comentavam: «O homem nem sequer tem ferramentas para trabalhar!»
Quando o pneu ficou pronto, o dono do carro perguntou quanto devia pelo trabalho. A resposta veio
inesperada:

— Não devem nada. Eu nem trabalho nesta estação. Estava apenas à espera que o bar abrisse.

O desconhecido deu, gratuitamente, uma preciosa ajuda. A gratuidade é algo que está a ficar fora de moda. Tudo se faz por dinheiro ou à espera de uma recompensa. E bom recordar o valor da gratuidade, que é verdadeiro sinal de amor.

Comentários

texto narrativo pronto,textos narrativos prontos,texto narrativo pequeno pronto,Texto narrativo O furo no pneu,texto o furo no pneu