O Julgamento

Criado por Narrador
MARTELO2

Depois de uma vida simples, uma mulher morreu e encontrou-se a fazer parte de uma fila enorme de pessoas que desejavam entrar no Paraíso.
A medida que se aproximava da porta, ia ouvindo mais claramente as palavras do Senhor. A um disse:
— Tu socorreste-me quando estava ferido na estrada e levaste-me ao hospital. Entra no Paraíso.
Disse a outro.
— Tu fizeste um empréstimo sem juros a uma pobre viúva. Entra.
A outro disse:
— Tu fizeste gratuitamente operações muitos difíceis. Entra no meu Reino.
Disse a um outro:
— Tu contribuíste generosamente para a construção de um Centro Social da paróquia. Entra no meu Reino.
E assim sucessivamente.
A pobre mulher começou a ficar com medo, pois nada tinha feito de excepcional. Com o coração a bater forte e muito temor, chegou diante do Senhor. Imediatamente se sentiu envolvida pelo seu sorriso. Deus disse-lhe:
— Tu passaste a ferro as minhas camisas. Entra na minha festa sem fim.

O importante é que, no fim da vida, cada qual lenha feito alguma coisa de bom, e não apareça diante do Juiz de mãos vazias. Será certamente uma profunda frustração, alguém chegar ao último dia sem nada ter feito de bom.

Comentários