O Quarto Cheio

Criado por Narrador
O QUARTO CHEIO

Era uma vez um homem que tinha três filhos.
Quando chegou à velhice, quis saber qual deles era o mais inteligente. Deu a cada um dez moedas, dizendo-lhes:
— Ide comprar alguma coisa que encha o meu quarto vazio.
Saíram e foram à feira com o objectivo de cumprir o desejo do pai.
O filho mais velho comprou a primeira coisa que viu, ou seja, um fardo de palha. O segundo filho acabou por comprar belíssimas penas de pavão.
O terceiro, o mais novo, pensou demoradamente:
«O que é que, com dez moedas apenas, posso comprar para encher um quarto?» E teve uma ideia. Comprou uma vela e um fósforo.
Nesse mesmo dia, à noite, os três filhos apresentaram-se cada qual com a sua compra. O mais
velho espalhou a palha em todo o quarto. O segundo filho mostrou as penas. Mas nem um nem outro encheram realmente o quarto do pai.
Foi então que o filho mais novo acendeu a vela com o fósforo. A luz daquela chama encheu todo o quarto.
O pai, sorridente, declarou:
— O meu filho mais inteligente e o mais novo. Será o escolhido para governar a casa depois da minha morte.

A luz, por pequena que seja, dissipa a escuridão e enche o lugar onde se encontra. A simbologia da luz recordar-nos que quem não ama prefere a escuridão, e quem ama é como uma estrela que brilha no firmamento.

Comentários

quem desdenha quer comprar fabula