O Sapateiro

Criado por Narrador
LL5-I011B

Era uma vez, há muitos anos, um pobre sapateiro que tinha muitos filhos. Mas, no meio da sua pobreza, era alegre e feliz. Enquanto remendava os sapatos ou lhe punha as meias-solas, ia cantarolando.
Naquele casa parece que era festa todos os dias. A sua esposa e os filhos sentiam-se felizes.
Um dia, um vizinho rico, impressionado com a vida desse pobre sapateiro, pôs-lhe uma bolsa de dinheiro à porta.
Quando se fez noite, o pobre e a esposa puseram-se a contar todo esse dinheiro oferecido. Mas as contas não davam certas. Ele dizia uns números e a mulher outros. Os filhos foram postos de parte, porque lhes disseram que não eram chamados para o assunto.
O tom de voz começou a ouvir-se cada vez mais alto e o ambiente familiar ficou perturbado.
O bom sapateiro, poucos dias depois, reflectiu e ponderou a situação. Acabou por concluir que era melhor ser pobre, mas feliz e dar felicidade ao seu lar. Então, entregou a bolsa do dinheiro à esposa dizendo-lhe:

— Devolve-o ao rico e diz-lhe que preferimos ser pobres, mas continuar a ser felizes e a semear felicidade.

Não somos pela pobreza sociológica e desejamos para toda a gente uma vida digna. Mas somos a favor de um estilo de vida sóbria, sem o exagero de buscar nas riquezas a felicidade. Não será que esta também se encontra na partilha de bens?

Comentários

fabulas partinha,imagem de sapateiro,sapateiro