a cigarra e a formiga esopo

Você está a ver contos para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa a cigarra e a formiga esopo. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. fabulas infantil curtas,a cigarra e a formiga esopo,historia a cigarra e a formiga para imprimir,história da cigarra e a formiga para imprimir,fabula a cigarra e a formiga para imprimir,fábulas de esopo a cigarra e a formiga,contos e historias para crianças,a cigarra e a formiga historia,a cigarra e a formiga para colorir,a cigarra e a formiga para imprimir



la-cigarra A Cigarra e a Formiga

Num dia soalheiro de Verão, a Cigarra cantava feliz. Enquanto isso, uma Formiga passou por perto. Vinha afadigada, carregando penosamente um grão de milho que arrastava para o formigueiro. – Por que não ficas aqui a conversar um pouco comigo, em vez de te afadigares tanto? – Perguntou-lhe a Cigarra. – Preciso de arrecadar comida para o Inverno – respondeu-lhe a Formiga. – Aconselho-te

Ver mais…


Desenho da Cigarra


pomba e formiga A Pomba e a Formiga

Enquanto a sede uma pomba Vê por um triste desastre Cair n’água uma formiga. Naquele vasto oceano A pobre luta, e braceja, E vir à margem da fonte Inutilmente deseja. A pomba, por ter dó dela, N’água uma ervinha lhe lança; Neste vasto promontório A triste salvar-se alcança. Na terra a põe uma aragem; E livre do precipício, Acha logo ocasião De pagar o

Ver mais…


mosca e formiga A Mosca e a Formiga

Uma mosca importuna contendia Com a negra formiga, e lhe dizia: “Eu ando levantada lá nos ares, E tu por esse chão sempre a arrastares: Em palácios estou de grande altura, Tu debaixo da terra em cova escura: A minha mesa é rica e delicada; Tu róis grãos de trigo e de cevada; Eu levo boa vida, e tu, formiga, Andas sempre em trabalho

Ver mais…


as formigas As Formigas

Uma dia, as formigas inventaram um vegetal especial para decorar o interior do seu formigueiro. Assim não precisavam de vir cá fora à procura de vegetais naturais. Com o número de formigas constantemente a crescer, foi preciso ampliar o formigueiro. Tornou-se no Grande Formigueiro sob a direcção da Grande Formiga. As saídas para o exterior foram fechadas a cimento. Sucederam-se as gerações de formigas

Ver mais…


O ALFORGE O Alforge

Este episódio aconteceu, evidentemente, no tempo em que os animais falavam. O macaco, todo vaidoso, disse: — Tenho quatro patas que são uma maravilha. Saltito de um lado para o outro. Não sou como o urso, um animal feio. O urso, orgulhoso, respondeu: — Eu vejo-me forte e bem proporcionado. Não sou como o elefante, aqui ao meu lado, que é um verdadeiro monstro.

Ver mais…


Statue of Labour, 150 million years of ants civilization Dona Formiguinha

Pelo carreirinho fora A andar muito ligeira Vai a Dona Formiguinha Que é muito trabalhadeira. Nunca pára, nem se cansa, Seu celeiro quer encher Para comer no Inverno Quando estiver a chover. Cheiinha que nem um ovo A sua casinha está E no frio do Inverno Como é bom lá tomar chá. Como a Dona Formiguinha Vamos todos trabalhar P’ra depois dar de comer

Ver mais…


lebre A Lebre e a Perdiz

Dos miseráveis Nunca zombeis. Quem diz que sempre Feliz sereis? Mais de um exemplo Do sábio Esopo Conspira em prova Do nosso escopo. O que em meus versos Agora cito Foi noutros termos Por ele escrito. Tinham num campo Lebre e perdiz (Ao que parece) Vida feliz. Uns cães se achegam Do lar tranquilo; Vai longe a lebre Buscando asilo. Perde-lhe o rasto Toda

Ver mais…


sol-lua 3 O Sol e a Lua

O sol todo pomposo, com as suas melhores vestes para sair à rua, ao entardecer, esqueceu-se do seu relógio em casa. Aflito, vasculhou inutilmente, por toda a parte, mas não encontrou nada a não ser o desespero e a desolação. Tentou em vão, socorrer-se da sua memória, mas não a encontrou, pois o cansaço já começava a tomar conta de si. Mas o impensável

Ver mais…


1920x1080 Wallpaper As Formigas puseram tudo a descoberto

O homem caminhava, com cautela, através da floresta. Não havia luar para lhe iluminar o caminho. Mas ele sabia orientar-se na escuridão. Tinha percorrido aquele atalho demasiadas vezes para se poder enganar. De repente abrandou a marcha e dirigiu-se ao tronco oco de uma grande árvore. Pousou o saco que trazia às costas, meteu a mão lá dentro e tirou vários embrulhinhos e sacos

Ver mais…