Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

a fantastica fabrica de chocolate dublado completo 2005

Você está a ver contos e histórias , contos e fábulas para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa a fantastica fabrica de chocolate dublado completo 2005. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



meninos_de_todas_as_cores2 Meninos de todas as cores

Era uma vez um menino branco chamado Miguel, que vivia numa terra de meninos brancos e dizia: É bom ser branco porque é branco o açúcar, tão doce, porque é branco o leite, tão saboroso, porque é branca a neve, tão linda. Mas certo dia o menino partiu numa grande viagem e chegou a uma terra onde todos os meninos eram amarelos. Arranjou uma

Ver mais…


16457018_anZR1 A vírgula

Era uma vez uma vírgula aborrecida com a pouca consideração em que toda a gente a tinha. Nem sequer as crianças das escolas lhe davam importância. Não gostava nada de ser apenas um pequeno sinal que se põe na escrita mas não se lê. Um dia, cansada desta falta de apreço, a vírgula decidiu revoltar-se. E fê-lo da seguinte maneira: O Presidente de uma

Ver mais…


sapatos-com-laco-moda-pintado-por-sarah-1008760 Os sapatos

Uma grande empresa americana de calçado desenvolveu um projeclo de exportação de sapatos para a índia. Para isso, enviou dois dos seus consultores a pontos diferentes desse imenso país. Esses técnicos deviam verificar as potencialidades da Índia se tornar num bom mercado para o produto a vender, os sapatos. Após alguns dias de investigações, um dos consultores enviou para a empresa um fax que

Ver mais…


hansel_and_gretel_fairy_tale_by_mhbilder-d5iti7q Hansel e Gretel

Era uma vez… Há muito tempo, numa cabana perto de um grande bosque, vivia um pobre lenhador com os seus dois filhos, um rapaz e uma rapariga. O menino chamava-se Hansel, e a menina Gretel, e o lenhador era tão pobre que tinha muita dificuldade em sustentá-los. Um dia, Hansel e Gretel foram com o seu pai ao bosque buscar lenha e, sem darem

Ver mais…


lave_as_maos Uiiiiii, que mãos tão sujas!

Eu conheço duas mãos, a Manela e a Marta; elas são duas irmãs que andam sempre juntinhas e que se ajudam muito uma à outra! Não passam uma sem a outra! Quando é preciso martelar um prego, a Manela segura no martelo e a Marta, no prego; quando é preciso lavar a cabeça, as duas esfregam muito bem o cabelo para este ficar cheiroso;

Ver mais…


628x471 Dois amigos diferentes

Certo dia, chegou um circo a uma cidade inglesa. Nas grandes jaulas, havia animais ferozes. Naquela tarde, o ar estava quente e abafado. Até os tigres se sentiam indolentes. De repente, um tigre — um tigre real da Índia — pôs-se de pé de um salto e rugiu de maneira que tudo se assustou e o chão estremeceu. Qual teria sido a causa da

Ver mais…


Rainha -das- Almofadas- de- Carolina- Siqueira -Rogeski -Pereira-galeria-do-texto-infantil Rainha das Almofadas

Eleonor vivia em um reino não tão distante, muito quentinho e confortável, reino que todos conheciam, chamado de Camolândia. Eleonor era princesa deste reino e não havia outro lugar em que ela preferisse estar. Lá ela podia ser o que quisesse, fazer coisas que seriam impossíveis de se fazer em outro lugar qualquer. Eleonor gostava de tudo em seu reino, mas o seu lugar

Ver mais…


cartoon-bats-full-moon-15719545 Uma visita nocturna divertida

A mãe estava sozinha em casa, com as crianças, havia já alguns dias. Uma amiga veio visitá-la, durante esse tempo, a fim de descansar um pouco naquela bela região de ar puro. A amiga da mãe foi cedo para a cama; pouco depois da criançada. Finalmente, veio também a mãe, que se foi deitar, sem fazer barulho, numa cama perto da da amiga. Das

Ver mais…


natal MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO

MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO Quando era criança, na noite de Natal, eu e o meu irmão partia-mos nozes e avelãs no chão de cimento da cozinha, à luz do candeeiro, enquanto a minha mãe se ocupava das coisas que as mães fazem. Depois, quando o meu pai chegava, jantava-mos como sempre e seguia-se, propriamente, a cerimónia de Natal. Naquela noite o meu pai

Ver mais…


natal hipermercado Natal no Hipermercado

Muito gostava o Rodrigo de ir à caixa de correio. Quando o Natal se aproximava, estava sempre tão cheia que alguns papéis coloridos ficavam entalados na fresta estreita e comprida. O rapaz puxava-os, mesmo antes de dar a volta à chave, no entusiasmo de descobrir coisas maravilhosas, que apetecia mesmo comprar. Subia no elevador com meia dúzia de envelopes brancos, sem graça nenhuma, e

Ver mais…