actividades sobre el cuidado del medio ambiente para niños de preescolar

Você está a ver contos , historias e / ou outros itens relacionados com sua pesquisa actividades sobre el cuidado del medio ambiente para niños de preescolar. Encontre as melhores soluções relacionadas com histórias infantis.



Sobre nós

A internet é um mundo gigantesco, e nem sempre é possível encontrar historias, actividades,  desenhos … para as crianças. Este site surgiu dessa necessidade feitos por amantes de histórias para crianças, e é totalmente dedicado aos mais novos. Aqui é fácil encontrar histórias, fábulas, lendas, contos, desenhos… e muito mais!!! E o melhor é que este site quer que participes, que nos ajudes a colorir

Ver mais…


petalas-de-rosas-vermelhas-e-material-de-vetores_15-1223 As Rosas

Os habitantes daquela terra não sabiam o que eram rosas. Um dia, apareceu lá um peregrino que lhes falou com tanto entusiasmo das rosas, que todos ficaram com imenso desejo de as conhecer. O peregrino regressou à sua terra e voltou trazendo rosas. Porém, como o caminho era longo, as rosas murcharam e o vento levou as suas pétalas. O peregrino regressou de novo

Ver mais…


!!! O calor

Um dia, um conferencista, querendo explicar como é importante experimentar a realidade, contou um sonho que teve numa noite de Inverno. Disse: «Numa noite de Inverno, sonhei que Deus me levou a visitar três casas. Ao entrar na primeira, vi que todos os que ali se encontravam tremiam de frio, enquanto contemplavam um quadro na parede que representava uma fogueira. Na segunda casa, os

Ver mais…


6595462_1 Os Computadores

Era uma vez um homem bom. Morreu e foi bater à porta do Paraíso. Foi atendido por S. Pedro. Utilizou o computador para ver quais os dados referentes à vida deste homem na terra, mas o seu nome não figurava nas listas. Perguntou então a esse homem: — Tu foste baptizado? — Não. — Então não eras cristão. Aqui não há lugar para ti.

Ver mais…


irmaos-familia-pintado-por-laila-1008308 O otimista

Era uma vez dois gémeos. Um deles era muito optimista. Para ele, tudo corria sempre ás mil maravilhas. O outro era muito pessimista. Não via nada de positivo. Os pais, preocupados, consultaram um psicólogo, que lhes disse: — No dia de anos, quando chegar o momento de abrir as prendas, ponham-nos em quartos separados. Dêem ao pessimista os melhores presentes possíveis e ao optimista

Ver mais…


images Os pés sensíveis

No tempo em que todos andavam descalços, havia um chefe que tinha os pés sensíveis. Sofria muito quando tinha de caminhar sobre as pedras ou sobre o solo rochoso. Depois de ter pensado muito, tomou uma solene decisão. Chamou os seus guerreiros e disse-lhes: – Ide e parti para a caça. Deveis caçar todos os bisontes do país. Depois de os matarem, irei cobrir

Ver mais…


LL5-I011B O Sapateiro

Era uma vez, há muitos anos, um pobre sapateiro que tinha muitos filhos. Mas, no meio da sua pobreza, era alegre e feliz. Enquanto remendava os sapatos ou lhe punha as meias-solas, ia cantarolando. Naquele casa parece que era festa todos os dias. A sua esposa e os filhos sentiam-se felizes. Um dia, um vizinho rico, impressionado com a vida desse pobre sapateiro, pôs-lhe

Ver mais…


RAPOSA-E-O-BODE A Raposa e o Bode

O capitão raposo Ia caminhando ao lado Do seu amigo bode, D’alta armação dotado. Este não via um palmo Diante do nariz; Era formado aquele Nas burlas mais subtis. Ungidos pela sede, Lograram penetrar Num poço, cujas águas Sorveram a fartar. Disse o raposo ao bode: “O que fazer agora? Beber não foi difícil; E sim vir para fora. As tuas mãos e pontas

Ver mais…


IMG_4573 Um Passarinho no muro

No pátio das traseiras da casa em que o Dani vivia com os pais, reinava grande actividade. Os pedreiros estavam a construir uma garagem. A mãe tinha prevenido o filho para que não empatasse os trabalhadores “Posso só olhar?” perguntou o Dani. “Sim, isso podes, mas de longe. Ainda és pequeno e podes incomodar os homens no seu trabalho.” O Dani observava com grande

Ver mais…


simples-flor_17-505071526 A Flor

Uma vez, um homem desiludido da vida sentou-se num banco do jardim. Sentia-se um desgraçado e até chegou a pensar no suicídio. A um certo momento, apareceu-lhe na frente um menino ofegante, que andava por ali a brincar, e ofereceu-lhe uma flor, dizendo; — Esta linda flor é para si. Agarre nela. A flor nem era nada bonita e já estava murcha. Recusou e

Ver mais…