Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

animais selvagens pegando sua presa

Você está a ver contos para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa animais selvagens pegando sua presa. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



O Lobo


floresta africana A Floresta Africana

Há muitos e muitos anos atrás, numa selva chamada Floresta Africana, animais brancos e negros não conviviam em harmonia. Na verdade eles enfrentavam uma fase de muita turbulência, afinal, tudo era separado; os animais brancos só podiam circular pelos lugares indicados para animais brancos e os animais de pelo negro só podiam circular pelos ambientes preparados para eles. Desta forma, eles nunca se encontraram

Ver mais…


cd02a1caa0ad6bf3ea37b4f8e2cb42c5 O cachorrinho

Um menino passou diante de uma loja que vendia animais e disse que desejava comprar um cachorrinho. O dono da loja apresentou-lhe alguns e ele, depois de perguntar preços, escolheu um que coxeava. O dono explicou que ele tinha um defeito numa coxa, mas o menino disse: — E este mesmo que eu quero comprar. O dono comentou: — Nesse caso, não precisas de

Ver mais…


coelho e o lince O Lince Ibérico e o Coelho

Num denso mato, uma imensa luz denunciava a presença de um vulto no fim da tarde. De rosto semelhante a um gato desfilava graciosamente um esbelto lince ibérico. Ao longe ressoavam as seis badaladas, agitando-se a voracidade eminente deste pequeno, grande gato vermelho, que agora se encontrava pronto a atacar a quem ousasse atravessar o seu caminho. Com as suas agulhas auditivas, aguardou de

Ver mais…


A lamentação A Lamentação

Era uma vez um jovem que linha o costume de se lamentar. Dizia que Deus tinha dado aos seus vizinhos tantas riquezas e a ele nada tinha dado. A sua lamentação chegou a um sábio que lhe perguntou: — Tens mesmo a certeza de que és assim tão pobre como dizes? Será que Deus não te deu a força e a saúde? O jovem,

Ver mais…


O ALFORGE O Alforge

Este episódio aconteceu, evidentemente, no tempo em que os animais falavam. O macaco, todo vaidoso, disse: — Tenho quatro patas que são uma maravilha. Saltito de um lado para o outro. Não sou como o urso, um animal feio. O urso, orgulhoso, respondeu: — Eu vejo-me forte e bem proporcionado. Não sou como o elefante, aqui ao meu lado, que é um verdadeiro monstro.

Ver mais…


free-vector-primavera-spring_100874_Primavera_Spring A Primavera

A professora, no mês de Maio, pediu às crianças que, na hora do recreio, saíssem à rua e trouxessem qualquer coisa de belo, de lindo. Quando regressaram, foram mostrando várias coisas e explicando-as. A primeira disse: — Eu colhi esta flor, porque para mim é muito linda. A segunda, com um brilho nos olhos, disse: — Eu apanhei esta borboleta. Veja como são coloridas

Ver mais…


lebre A Lebre e a Perdiz

Dos miseráveis Nunca zombeis. Quem diz que sempre Feliz sereis? Mais de um exemplo Do sábio Esopo Conspira em prova Do nosso escopo. O que em meus versos Agora cito Foi noutros termos Por ele escrito. Tinham num campo Lebre e perdiz (Ao que parece) Vida feliz. Uns cães se achegam Do lar tranquilo; Vai longe a lebre Buscando asilo. Perde-lhe o rasto Toda

Ver mais…


animais4 Pedro e os Animais

Era uma vez quatro irmãos que viviam numa fazenda com seus pais. Pedro era o filho mais velho de 12 anos, Antônio tinha 10 anos, João tinha 8 e Francisca era a caçula de 6 anos. Eles adoravam brincar de correr atrás dos animais quando não estavam na escola. Antônio e João, às vezes costumavam pisar no rabo dos gatos da fazenda ou até

Ver mais…


secret___whisper O segredo

Helena era uma menina que gostava de passear pelos campos junto de sua casa. Um dia, viu uma borboleta presa num silvado. Com muito cuidado, para não lhe partir as asas, libertou-a. A borboleta, depois de voar um pouco, transformou-se numa linda fada. Helena ficou admirada e esta disse-lhe: — Eu era a borboleta e agora transformei-me em fada. Para agradecer a tua bondade,

Ver mais…