Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1291

cidade que comeca com a letra f

Você está a ver contos para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa cidade que comeca com a letra f. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. elogio com a letra j,elogios com a letra c,um elogio com a letra j,elogios com a letra k,elogio com J,elogio com a letra N,elogio com a letra k,elogio com a letra f,Elogios com F,elogios com letra j



A Lebre e a Tartaruga

“Apostemos, disse à lebre A tartaruga matreira, Que eu chego primeiro ao alvo Do que tu, que és tão ligeira!” Dado o sinal da partida, Estando as duas a par, A tartaruga começa Lentamente a caminhar. A lebre, tendo vergonha De correr diante dela, Tratando uma tal vitória De pêta ou de bagatela, Deita-se, e dorme o seu pouco; Ergue-se, e põe-se a observar

Ver mais…


A Historia dos Primos Ratos

Era uma vez um rato que vivia no campo, onde era muito feliz. Tinha um primo rato que vivia na cidade, dentro dos esgotos. O rato do campo alimentava-se de frutas, raízes e sementes. O da cidade comia restos de comida que ia buscar aos caixotes do lixo. Um dia o rato da cidade foi ao campo visitar o primo, e ao despedir-se disse-lhe

Ver mais…


As vogais também falam

Vou contar-vos a história das vogais. Na terra das letras existiam cinco letrinhas muito vaidosas que se chamavam vogais. Elas eram o A, o E, o I, o O, e o U. Ah, mas não me posso esquecer da Laura. A Laura era uma menina que andava a estudar as vogais e que as levava consigo de casa para a escola e da escola

Ver mais…


O Sermão

Aconteceu há muitos anos numa cidade populosa. O padre começou o seu sermão com um tom muito sério. Dizia ele: — Caros irmãos, esta noite vários habitantes desta cidade irão morrer. Não vos digo quem são. Estareis todos preparados? Todos começaram a ficar atemorizados, menos um que estava sentado no banco da frente, que começou a Sorrir. O pregador ficou surpreendido com esta atitude.

Ver mais…


A janela

Um homem desesperava do amor de Deus. Um dia, enquanto vagueava pelas colinas que rodeavam a cidade, encontrou um pastor. Este, vendo-o aflito, perguntou-lhe. — Por que é que andas assim tão perturbado, amigo? — Sinto-me imensamente só. — Também eu ando só, mas não estou triste. — Talvez porque Deus te faz companhia! — Adivinhaste. — Eu, pelo contrário, não tenho a companhia

Ver mais…


A Pregação

Um dia, ao sair do convento em Assis, S. Francisco encontrou Frei Junípero, um dos seus frades mais simples. Como gostava muito dele, disse-lhe: — Frei Junípero, vem comigo à cidade. Vamos pregar. Responde o pobre frade: — Meu pai, sabe que tenho muito pouca cultura e pouca imaginação. Como poderei falar às pessoas? S. Francisco insistia: — Vem comigo e não temas. Frei

Ver mais…


Os Pais Separados

Uma dia, o professor convocou o pai e a mãe do Duarte para uma reunião acerca do insucesso escolar do seu filho. Os pais viviam separados e, por conseguinte, nem um nem outro sabiam que se iriam encontrar. Duarte fora sempre um aluno feliz, cooperante. Por isso, o professor interrogava-se: «Como irei convencer estes pais separados, a pensar no divórcio, que este mau aproveitamento

Ver mais…


A Panela de Ferro e a Panela de Barro

Panela de ferro propôs à de barro Que juntas fizessem pequena excursão; Mas esta escusou-se, julgando prudente Ficar no seu posto, juntinho ao fogão. “Um toque (diz ela) reduz a pedaços Meu todo argiloso, tão frágil e inerme; No entanto, a senhora não teme os embates, Pois é protegida de rija epiderme.” PANELA DE FERRO “Prometo-te amparo; irei afastando Os corpos que danos te

Ver mais…


A Aranha

Era uma vez uma velha aranha que recebeu a visita da sua jovem neta, vinda da cidade. Ao observar a teia, a neta, que era universitária, começou a dizer à avó que estava antiquada no seu modo de fazer as teias. Disse-lhe: — Avó, agora toda a gente fala das novas tecnologias, que é preciso modernizar-se. Tem de pensar em fazer reformas na sua

Ver mais…


As Senhoras de Mantinha de Seda

Havia uma viúva que tinha um filho muito aparvalhado. Um dia diz-lhe a mãe: – Vai à cidade, leva esta barranha de mel, vende-a e traz-me o dinheiro. O rapaz agarrou na barranha de mel e dirigiu-se à cidade. Pelo caminho viu-se perseguido por muitas coisas e falando nervosamente, para elas, dizia-lhes: – Se as senhoras querem comprar mel fazemos negócio, mas não me

Ver mais…