Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 210 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 992

Contas de matematica 1 ano do ensino medio

Está a visualizar Fábulas Infantis, Contos Infantis, e/ou outras publicações relacionadas com a sua pesquisa por Contas de matematica 1 ano do ensino medio. Descubra os textos mais populares escritos em português.





Outras Histórias Relacionadas:

O olhar e o ver

Um dia, um mestre espiritual enviou o candidato a discípulo à montanha dizendo-lhe: — Quero que aprendas a escutar a natureza. Ele foi e, passado algum tempo, voltou para dar contas ao mestre do que tinha percebido. Disse: — Mestre, ouvi o piar dos pássaros, o latido do cão, o ruído dos relâmpagos. O mestre disse-lhe: — Não aceito essa resposta. Volta outra vez
Ler mais »


As Rosas

Os habitantes daquela terra não sabiam o que eram rosas. Um dia, apareceu lá um peregrino que lhes falou com tanto entusiasmo das rosas, que todos ficaram com imenso desejo de as conhecer. O peregrino regressou à sua terra e voltou trazendo rosas. Porém, como o caminho era longo, as rosas murcharam e o vento levou as suas pétalas. O peregrino regressou de novo
Ler mais »


As Rãs

Uma vez, três rãs aproximaram-se de um recipiente cheio de leite e caíram lá dentro. A primeira rã era muito pessimista. Desanimava perante qualquer dificuldade. Por isso, depois de pensar um pouco, chegou à conclusão que não havia nada a fazer. E deixou-se afogar miseravelmente no leite. A segunda rã era uma intelectual. Tinha sido sempre brilhante nos seus raciocínios quando frequentava a escola
Ler mais »


O Sermão

Aconteceu há muitos anos numa cidade populosa. O padre começou o seu sermão com um tom muito sério. Dizia ele: — Caros irmãos, esta noite vários habitantes desta cidade irão morrer. Não vos digo quem são. Estareis todos preparados? Todos começaram a ficar atemorizados, menos um que estava sentado no banco da frente, que começou a Sorrir. O pregador ficou surpreendido com esta atitude.
Ler mais »


O Sapateiro

Era uma vez, há muitos anos, um pobre sapateiro que tinha muitos filhos. Mas, no meio da sua pobreza, era alegre e feliz. Enquanto remendava os sapatos ou lhe punha as meias-solas, ia cantarolando. Naquele casa parece que era festa todos os dias. A sua esposa e os filhos sentiam-se felizes. Um dia, um vizinho rico, impressionado com a vida desse pobre sapateiro, pôs-lhe
Ler mais »


O Menino Sortudo

Numa aldeia viviam dois amigos -um era o Tretas, um miúdo muito trocista e fanfarrão, o outro era um rapazinho mais novo, muito tímido, chamado Zéquinhas. O mais velho andava sempre a pregar partidas ao outro. Assim, um dia em que o Zéquinhas estava a pescar no rio, o Tretas resolveu rir-se dele. -Vou desenhar um mapa a fingir que é o mapa do
Ler mais »


Os Quatro Irmãos Habilidosos

Um pobre homem que, como não tinha nada para oferecer aos seus quatro filhos, pediu-lhes para irem mundo fora e aprenderem um ofício. Os quatro irmãos despediram-se do seu pai e partiram. Ao chegar a um cruzamento, decidiram separar-se, mas combinaram encontrar-se nesse mesmo lugar passados quatro anos. O irmão mais velho encontrou-se com um homem que lhe perguntou onde é que ele ia.
Ler mais »


O Descontentamento do Peixe Grande

Numa poça isolada do rio grande vivia uma colónia de peixinhos. Eram muito amigos uns dos outros e reinava a paz no local. Havia, no entanto, um peixe grande e orgulhoso que estragava um pouco essa harmonia. Resmungava quando os peixinhos se aproximavam dele e queria para si tudo o que havia de melhor. Um dia, um dos peixinhos, numa tentativa de se libertar
Ler mais »


A Cinderela

A jovem Cinderela cresceu no campo, com o seu pai. Durante o dia montava a cavalo e à noite ouvia histórias fantásticas sobre magia e castelos. O seu pai gostava muito dela, mas sentia-se sozinho. Numa Primavera, casou-se com Lady Tremaine. Cinderela ficou contente com a vinda dela e das filhas, Drizela e Anastácia. Elas, no entanto, não gostavam nada de Cinderela, apesar dela
Ler mais »


MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO

MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO Quando era criança, na noite de Natal, eu e o meu irmão partia-mos nozes e avelãs no chão de cimento da cozinha, à luz do candeeiro, enquanto a minha mãe se ocupava das coisas que as mães fazem. Depois, quando o meu pai chegava, jantava-mos como sempre e seguia-se, propriamente, a cerimónia de Natal. Naquela noite o meu pai
Ler mais »



~ Search results for "contas de matematica 1 ano do ensino medio" | Historias e Contos Infantis ~