Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

desenhos romanticos coloridos

Você está a ver contos e fábulas para meninos , contos e fábulas para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa desenhos romanticos coloridos. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Desenho do Tweety


Desenho do Menino e a Carroça


Desenho da Árvore com Maças


O Lobo


Barbie a Sereia

Galeria com vários desenhos para imprimir e colorir da Barbie a Sereia. Clique nas imagens para aumentar e depois imprimir…


meninos_de_todas_as_cores2 Meninos de todas as cores

Era uma vez um menino branco chamado Miguel, que vivia numa terra de meninos brancos e dizia: É bom ser branco porque é branco o açúcar, tão doce, porque é branco o leite, tão saboroso, porque é branca a neve, tão linda. Mas certo dia o menino partiu numa grande viagem e chegou a uma terra onde todos os meninos eram amarelos. Arranjou uma

Ver mais…


George and Marco O Schiggi vai à escola

O Jacob e a Maja eram gémeos. Viviam com mais duas irmãs e os pais, num campo missionário de Africa. O pai era professor e eles sentiam-se alegres por poderem estudar com as crianças africanas de cabelo crespo, nos bancos da escola. Tinham-se habituado a amar essas crianças de pele negra e dentes brancos brilhantes. O pai — o senhor Hiestand — dava também

Ver mais…


zoo Inês e os Amigos – Um dia no Jardim Zoológico!

Estava uma tarde solarenta, a Inês e os seus amiguinhos brincavam no recreio da escola. A professora Helena chamou-os até sala de aula, tinha uma bela notícia para lhes dizer. – Meninos tenho uma surpresa para vos contar…! Querem saber o que é? – Perguntou a professora Helena. Os meninos ficaram todos curiosos: – Qual é professora? – perguntou a Inês. – Sim, professora

Ver mais…


natal hipermercado Natal no Hipermercado

Muito gostava o Rodrigo de ir à caixa de correio. Quando o Natal se aproximava, estava sempre tão cheia que alguns papéis coloridos ficavam entalados na fresta estreita e comprida. O rapaz puxava-os, mesmo antes de dar a volta à chave, no entusiasmo de descobrir coisas maravilhosas, que apetecia mesmo comprar. Subia no elevador com meia dúzia de envelopes brancos, sem graça nenhuma, e

Ver mais…