fabulas pequenas de animais

Você está a ver contos e fábulas para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fabulas pequenas de animais. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. cronicas de manuel bandeira entre 1910 e 1950,crônicas de Cecília Meireles entre 1910 e 1950,Poema de cecilia meireles ano 1910 1950,cecilia meireles poemas de 1910 a 1950,contos infantis de fernando sabino,tanque de guerra gta 4 xbox 360,poema de cecilia meireles de 1910 a 1950,poemas cecilia meireles 1910 a 1950,poemas de cecilia meireles 1910 a 1950,filme comando para matar dublado completo de gratis



elefante3 Os Elefantes

Há muitos anos havia no mundo elefantes negros e elefantes brancos. Amavam os outros animais mas odiavam-se entre si. Os brancos viviam num lado e os negros no lado oposto. Um dia, os elefantes negros decidiram matar os elefantes brancos e os elefantes brancos decidiram matar os elefantes negros. Havia elefantes de ambos os grupos que queriam fazer as pazes, mas esses tiveram de

Ver mais…


Sobre nós

A internet é um mundo gigantesco, e nem sempre é possível encontrar historias, actividades,  desenhos … para as crianças. Este site surgiu dessa necessidade feitos por amantes de histórias para crianças, e é totalmente dedicado aos mais novos. Aqui é fácil encontrar histórias, fábulas, lendas, contos, desenhos… e muito mais!!! E o melhor é que este site quer que participes, que nos ajudes a colorir

Ver mais…


O Lobo


O ALFORGE O Alforge

Este episódio aconteceu, evidentemente, no tempo em que os animais falavam. O macaco, todo vaidoso, disse: — Tenho quatro patas que são uma maravilha. Saltito de um lado para o outro. Não sou como o urso, um animal feio. O urso, orgulhoso, respondeu: — Eu vejo-me forte e bem proporcionado. Não sou como o elefante, aqui ao meu lado, que é um verdadeiro monstro.

Ver mais…


free-vector-primavera-spring_100874_Primavera_Spring A Primavera

A professora, no mês de Maio, pediu às crianças que, na hora do recreio, saíssem à rua e trouxessem qualquer coisa de belo, de lindo. Quando regressaram, foram mostrando várias coisas e explicando-as. A primeira disse: — Eu colhi esta flor, porque para mim é muito linda. A segunda, com um brilho nos olhos, disse: — Eu apanhei esta borboleta. Veja como são coloridas

Ver mais…


floresta africana A Floresta Africana

Há muitos e muitos anos atrás, numa selva chamada Floresta Africana, animais brancos e negros não conviviam em harmonia. Na verdade eles enfrentavam uma fase de muita turbulência, afinal, tudo era separado; os animais brancos só podiam circular pelos lugares indicados para animais brancos e os animais de pelo negro só podiam circular pelos ambientes preparados para eles. Desta forma, eles nunca se encontraram

Ver mais…


janela-desenhos-dos-utentes-pintado-por-mina-menin-1032664 A janela

Um homem desesperava do amor de Deus. Um dia, enquanto vagueava pelas colinas que rodeavam a cidade, encontrou um pastor. Este, vendo-o aflito, perguntou-lhe. — Por que é que andas assim tão perturbado, amigo? — Sinto-me imensamente só. — Também eu ando só, mas não estou triste. — Talvez porque Deus te faz companhia! — Adivinhaste. — Eu, pelo contrário, não tenho a companhia

Ver mais…


animais4 Pedro e os Animais

Era uma vez quatro irmãos que viviam numa fazenda com seus pais. Pedro era o filho mais velho de 12 anos, Antônio tinha 10 anos, João tinha 8 e Francisca era a caçula de 6 anos. Eles adoravam brincar de correr atrás dos animais quando não estavam na escola. Antônio e João, às vezes costumavam pisar no rabo dos gatos da fazenda ou até

Ver mais…


Fabula A Raposa e o Galo (8) A Raposa e o Galo

Era uma vez uma raposa muito esperta. Um dia, passeando, viu uma capoeira cheia de galinhas. Entrou lá dentro e comeu uma. Póh, poh poh poh, phóo… No dia seguinte a raposa construiu junto à capoeira uma casa. E dentro da casa escavou um túnel que ia dar à capoeira. E todas as noites comia uma galinha. Póh, poh poh poh, phóoo… Um belo

Ver mais…


Os sapatos Os Sapatos

Era uma vez um jovem que saiu de casa calçando uns sapatos novos que tinha comprado na véspera. Quando os experimentou pareceram-lhe bons, mas agora sentia que eram demasiado apertados. Passadas algumas dezenas de metros, os pés começaram-lhe a doer. Começou então a queixar-se aos amigos dizendo. — Que desgraça! Só me faltava mais esta! Não posso mais! Enquanto conversava no passeio com um

Ver mais…