fotos de palhacos demoniacos

Você está a ver contos para meninos , contos e fábulas para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fotos de palhacos demoniacos. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. gente miuda flora e fauna,quero baixar a música oficial do milionário e josé rico filho de ninguém



LL5-I011B O Sapateiro

Era uma vez, há muitos anos, um pobre sapateiro que tinha muitos filhos. Mas, no meio da sua pobreza, era alegre e feliz. Enquanto remendava os sapatos ou lhe punha as meias-solas, ia cantarolando. Naquele casa parece que era festa todos os dias. A sua esposa e os filhos sentiam-se felizes. Um dia, um vizinho rico, impressionado com a vida desse pobre sapateiro, pôs-lhe

Ver mais…


imagens-animadas-pai-e-filho-desenho-25b05e O tempo

Era uma vez um camponês, pobre mas sábio, que trabalhava no campo com o filho. Um dia. o filho disse-lhe: — Pai, que desgraça! O nosso cavalo fugiu. O pai respondeu: — Por que chamas desgraça? E preciso dar tempo ao tempo. Poucos dias depois, o cavalo regressou e o rapaz quis montar no cavalo. Mas, por não estar acostumado, caiu ao chão e

Ver mais…


PáginaÁrvore cópia A Gratidão

Era uma vez uma árvore que vivia solitária numa planície. Um dia, chegou um pássaro carpinteiro para fazer nela um buraco a fim de se acolher. Embora lhe fizessem doer as suas bicadas, deixou que fizesse o ninho no seu tronco. Mais tarde chegou um bando de avezinhas que precisava de descansar. Embora a deixassem toda despenteada e com os seus cantos não a

Ver mais…


16457018_anZR1 A vírgula

Era uma vez uma vírgula aborrecida com a pouca consideração em que toda a gente a tinha. Nem sequer as crianças das escolas lhe davam importância. Não gostava nada de ser apenas um pequeno sinal que se põe na escrita mas não se lê. Um dia, cansada desta falta de apreço, a vírgula decidiu revoltar-se. E fê-lo da seguinte maneira: O Presidente de uma

Ver mais…


escolhas As Pílulas

Uma mulher apresentou-se ao psicólogo e disse-lhe: — Pode ajudar-me pois tenho um grande problema. O psicólogo, solícito, perguntou: — Então de que problema se queixa? A mulher continuou: — Tenho muitas dificuldades com o meu marido. Todas as noites, quando chega a casa, começamos a discutir, e é ver quem fala mais alto. O psicólogo, respondeu: — A cura é fácil. A mulher,

Ver mais…


0567525df4578128433bf07f287ebabe O Balão

Um dia, Deus enviou para a terra um grande balão onde cabiam muitas pessoas. E disse: — Todos os que me quiserem ver, entrem no balão que ele subirá até mim. Em breve, o balão se encheu completamente. Mas, por mais tentativas que se fizessem, o balão não se elevava aos céus. Saíram várias pessoas para ficar mais leve, mas nem mesmo assim subia.

Ver mais…


bianchinaerosetta1youpoorbearcometothefire4 Rosa Branca e Rosa Rubra

Uma pobre viúva que vivia numa casa onde cresciam duas roseiras; uma dava rosas brancas e a outra rosas rubras. As suas duas filhas pareciam-se tanto com essas duas roseiras que lhes pôs o nome de Rosa Branca e Rosa Rubra. As duas gostavam muito uma da outra e iam sempre juntas para todo o lado. Um dia, ao entardecer, enquanto a mãe lia

Ver mais…


2905fd7daf8799730bd5e50bc3fe3da6 Aquela palavra

Eles eram irmãos. Foram sempre muito amigos desde os primeiros anos. Cresceram na mesma casa e andaram juntos na mesma escola. Quando um precisava de algo de especial, lá estava o outro para o escutar e lhe dar uma palavra de consolação. Chegaram à idade adulta e chegou o tempo de se separarem, cada qual para seu lado. Embora os anos fossem passando, a

Ver mais…


floresta encantada A Floresta Enfeitiçada

Era uma vez um Gnomo que vivia nas profundezas de uma Floresta encantada. A sua única companhia, para além das árvores e das flores que cobriam a sua casinha, era um Gato preto. Um dia, estava o Gnomo a cuidar das suas plantas, quando apareceu o Gato com um ar muito preocupado: – Gnomo, Gnomo, nem imaginas o que aconteceu! – Porque estás tão

Ver mais…


HeidiWeg1280x1024 Ajudando o Tio no campo

Ao acabar o meu tempo escolar, passei um balo ano, nas montanhas, a ajudar o meu tio a trabalhar na terra. O que eu gostava mais, era de ir buscar lenha com o avô. O estalido de um pinheiro a cair, ou o ruído dos troncos das Árvores no vale! Mas a lenha não era o único trabalho — longe disso. Eu tinha de

Ver mais…