Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

frases aniversario amigos distantes

Você está a ver contos , contos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa frases aniversario amigos distantes. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Hello Kitty

A Hello Kitty adora viajar, ouvir música, ler, saborear cookies deliciosos que a sua irmã Mimmy faz, e acima de tudo, fazer novos amigos. Como ela sempre diz, “amigos nunca são demais”. Para imprimir e colorir, clica nas imagens…


historia Os comentários

Numa tarde de domingo, viaja no comboio uma jovem de uns vinte anos, vestida com simplicidade, com aspecto de quem está cansada e cheia de sono. Aproveita para dormir. Ao lado, viajam umas senhoras elegantes que regressam de uma festa de aniversário. Uma delas não gosta de estar ao lado da jovem e diz em voz baixa para as outras: — Esta deve ser

Ver mais…


chapeu de palha Chapéu de Palha

Havia um chapéu de palha muito bonito, que era muito amigo do seu dono – o Teófilo. Num certo dia, lá por alturas da Primavera, Teófilo resolveu ir jogar à bola com os seus amigos, num terreno que havia lá no bairro, perto de sua casa. Teófilo vestiu o seu bonito equipamento de jogador de futebol, oferecido pela sua tia Elisa, no dia do

Ver mais…


tesouro-contos-e-lendas-piratas-pintado-por-caiosz-1006682 O Tesouro

Era uma vez um grupo de jovens que estava na praia. A um certo momento, viram que as ondas traziam uma garrafa, deixando-a na areia. Correram a abri-la. Dentro, um papel dobrado com a seguinte mensagem: «Para encontrar o grande tesouro dos Sogima». E estava também desenhado um mapa. Quem seriam esses Sogima? De todos os modos, decidiram seguir as indicações do mapa a

Ver mais…


ted_screenshot O presente do Valter

“Se eu tivesse dinheiro”, lamentava-se o pequeno Valter, de sete anos, com um suspiro profundo. “Amanhã e o aniversario da minha mãe, e não tenho dinheiro para lhe comprar um presente. O que é que lhe hei-de dar? Talvez o meu urso de peluche! Ê o meu brinquedo preferido. Certamente que a mãe gostaria dele. Hei-de dar-lho? É o que vou fazer.” Assim pensou

Ver mais…


maos-atadas._dt As Mãos Atadas

Bateram à sua porta e ele foi abrir. Ficou surpreendido por uns desconhecidos que o agarraram e lhe amarraram as mãos. Em seguida, disseram-lhe: — Assim estás muito melhor porque assim não poderás fazer nada de mal. Partiram e deixaram um guarda à porta para que ninguém viesse desatá-las. A princípio, o homem, desesperado, tentou por todos os meios libertar-se mas era impossível. Os

Ver mais…


sy01261_ A Bíblia

Era um homem simples, de sorriso sempre pronto para oferecer, disponível sem enfado para todos. Pelo seu exemplo de homem bom, muita gente vinha ter com ele a pedir conselhos. Falta dizer que era um homem sem grandes riquezas, para além do necessário para viver com dignidade. Sentia-se que era um homem feliz. O segredo da felicidade deste homem simpático e bom só foi

Ver mais…


cotovia A Cotovia e os Filhos

Uma idosa cotovia, Na meiga flórea estação, Foi mais tardia que as outras Na sua propagação; Entre um pingue seara; Que estava quase madura, Tinha arranjado o seu ninho E feito a sua postura; Já pelos ares se viam De novas aves cardumes, E inda os filhos da ronceira Estavam todos implumes. Já seca a seara estava, E o dono da sementeira, Vindo vê-la

Ver mais…


Os sapatos Os Sapatos

Era uma vez um jovem que saiu de casa calçando uns sapatos novos que tinha comprado na véspera. Quando os experimentou pareceram-lhe bons, mas agora sentia que eram demasiado apertados. Passadas algumas dezenas de metros, os pés começaram-lhe a doer. Começou então a queixar-se aos amigos dizendo. — Que desgraça! Só me faltava mais esta! Não posso mais! Enquanto conversava no passeio com um

Ver mais…


don_pedro_sacerdote_color_by_djmsan-d3g004q O condenado

Num campo de concentração da Alemanha nazi, fugiu um prisioneiro. A lei mandava que, por cada prisioneiro que fugisse, seriam mortos dez prisioneiros. Estes foram levados para o pátio, a fim de serem contados dez à sorte. Todos tremiam de medo. Entrou o oficial alemão que, com voz de trovão, foi designando os condenados: – Tu… tu… tu… Quando um homem ainda jovem foi

Ver mais…