Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

frases para colocar em fotos com amigos no facebook

Você está a ver contos para meninos , contos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa frases para colocar em fotos com amigos no facebook. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Hello Kitty

A Hello Kitty adora viajar, ouvir música, ler, saborear cookies deliciosos que a sua irmã Mimmy faz, e acima de tudo, fazer novos amigos. Como ela sempre diz, “amigos nunca são demais”. Para imprimir e colorir, clica nas imagens…


sy01261_ A Bíblia

Era um homem simples, de sorriso sempre pronto para oferecer, disponível sem enfado para todos. Pelo seu exemplo de homem bom, muita gente vinha ter com ele a pedir conselhos. Falta dizer que era um homem sem grandes riquezas, para além do necessário para viver com dignidade. Sentia-se que era um homem feliz. O segredo da felicidade deste homem simpático e bom só foi

Ver mais…


tesouro-contos-e-lendas-piratas-pintado-por-caiosz-1006682 O Tesouro

Era uma vez um grupo de jovens que estava na praia. A um certo momento, viram que as ondas traziam uma garrafa, deixando-a na areia. Correram a abri-la. Dentro, um papel dobrado com a seguinte mensagem: «Para encontrar o grande tesouro dos Sogima». E estava também desenhado um mapa. Quem seriam esses Sogima? De todos os modos, decidiram seguir as indicações do mapa a

Ver mais…


4b7bbb69722937495869a08f9cb299ab A Madeira

Uma vez, um lenhador pegou no machado e foi ao bosque com a intenção de cortar uma árvore. Aproximou-se de uma grande e esbelta árvore e abateu-a cruelmente. Depois de ter caído ao chão, cortou-lhes os ramos. Depois levou-a para casa. Ao chegar, perguntou-lhe: — O que gostarias que eu fizesse de ti? A árvore, a chorar a sua desdita, respondeu: — Já que

Ver mais…


maos-atadas._dt As Mãos Atadas

Bateram à sua porta e ele foi abrir. Ficou surpreendido por uns desconhecidos que o agarraram e lhe amarraram as mãos. Em seguida, disseram-lhe: — Assim estás muito melhor porque assim não poderás fazer nada de mal. Partiram e deixaram um guarda à porta para que ninguém viesse desatá-las. A princípio, o homem, desesperado, tentou por todos os meios libertar-se mas era impossível. Os

Ver mais…


cotovia A Cotovia e os Filhos

Uma idosa cotovia, Na meiga flórea estação, Foi mais tardia que as outras Na sua propagação; Entre um pingue seara; Que estava quase madura, Tinha arranjado o seu ninho E feito a sua postura; Já pelos ares se viam De novas aves cardumes, E inda os filhos da ronceira Estavam todos implumes. Já seca a seara estava, E o dono da sementeira, Vindo vê-la

Ver mais…


cachinhos-dourados-figura0a O fugitivo

Numa pequena cidade, um pai teve uma grande discussão com o filho. Veio a noite e os dois continuavam sem se falar. Foram deitar-se sem ter coragem de fazer as pazes. Na manhã seguinte, descobriu que a cama do filho estava vazia e ele tinha fugido de casa. Vencido pelos remorsos, esse pai meteu a mão na consciência e concluiu que o seu filho

Ver mais…


don_pedro_sacerdote_color_by_djmsan-d3g004q O condenado

Num campo de concentração da Alemanha nazi, fugiu um prisioneiro. A lei mandava que, por cada prisioneiro que fugisse, seriam mortos dez prisioneiros. Estes foram levados para o pátio, a fim de serem contados dez à sorte. Todos tremiam de medo. Entrou o oficial alemão que, com voz de trovão, foi designando os condenados: – Tu… tu… tu… Quando um homem ainda jovem foi

Ver mais…


musicos bremen Os Musicos de Bremem

Era uma vez um burro que durante muitos anos tinha trabalhado para um moleiro, transportando pesados sacos de grão. Mas agora já estava velho e sem força. O seu patrão, pensando que o burro já não sevia para nada, nunca mais lhe deu de comer. O burro que não queria morrer à fome resolveu fugir. “Vor para Bremen, a cidade dos músicos!”, pensou. “Já

Ver mais…


Os sapatos Os Sapatos

Era uma vez um jovem que saiu de casa calçando uns sapatos novos que tinha comprado na véspera. Quando os experimentou pareceram-lhe bons, mas agora sentia que eram demasiado apertados. Passadas algumas dezenas de metros, os pés começaram-lhe a doer. Começou então a queixar-se aos amigos dizendo. — Que desgraça! Só me faltava mais esta! Não posso mais! Enquanto conversava no passeio com um

Ver mais…