Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

historia dona baratinha ilustrada

Você está a ver contos para meninos , contos e histórias e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa historia dona baratinha ilustrada. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Statue of Labour, 150 million years of ants civilization Dona Formiguinha

Pelo carreirinho fora A andar muito ligeira Vai a Dona Formiguinha Que é muito trabalhadeira. Nunca pára, nem se cansa, Seu celeiro quer encher Para comer no Inverno Quando estiver a chover. Cheiinha que nem um ovo A sua casinha está E no frio do Inverno Como é bom lá tomar chá. Como a Dona Formiguinha Vamos todos trabalhar P’ra depois dar de comer

Ver mais…


bolacha maria Bolacha Maria

Era uma vez uma bolacha Maria que disse que Maria, só Maria, não chegava. Queria ser, ao menos, Maria Emília. Bolacha Dona Maria Emília, com todo o respeito. As outras companheiras do pacote fizeram-lhe a vontade. Mas, quando uma bolacha Maria começa com exigências, oh! Oh! Nunca mais pára… — Pensando melhor, não dispenso os apelidos. Quero passar a ser tratada por Dona Maria

Ver mais…


lamb O Cordeirinho Branco

No bosque da nossa história correu, em certa altura, a notícia de que o Cordeirinho Branco ia dar uma festa a todos os seus amigos, os animaizinhos do lugar. -Só falta o Rato -disse o senhor Pato, quando iam em grupo para a casa do Cordeirinho Branco. -Quem é que perguntou por mim? -interrogou o senhor Rato, aparecendo. -Foi o senhor Pato -disse o

Ver mais…


burro O Burrinho e o Mar

Lanzudinho era um pequeno jerico que passava a vida a correr pelos campos e a brincar com os pássaros e os coelhinhos. Ele bem gostaria de ser útil aos donos, mas infelizmente achavam-no tão pequeno que só faziam troça das suas pretensões. Por isso resolveu ir correr mundo, na esperança de que o tomassem a sério. E, numa bela noite de Lua Cheia, partiu

Ver mais…


IMG_0201jmc A Trudi e o bolo de abóbora

“Trudi, Trudi!” chamou a Dona Bela. “Sim, mãe, estou aqui”, soou a resposta vinda da sala de estar. “Trudi, esta noite ainda tenho de dar um salto a casa da senhora Hintermann. Ela ainda não se pode levantar. Vou levar-lhe uma sopa quente. Não te faz diferença ficares um bocadinho sozinha em casa, não é verdade? Não me vou demorar. “Claro que não, mãe,”

Ver mais…


How-To-Give-Your-Dog-a-Bath[1] O banho do Pepi

A segunda-feira era o dia da lavagem da roupa em casa da senhora Becker. Ela acendia o fogão, fervia toda a roupa e enxaguava-a em água fria. Depois de o trabalho estar terminado, sobrava sempre uma tina cheia de água quente com sabão. Um dia, a senhora Becker pensou que era pena deitar fora toda aquela barrela preciosa. Aquela água quente podia ser utilizada

Ver mais…


la-liebre-y-la-tortuga A Historia da Lebre e da Tartaruga

Era uma vez… uma lebre e um tartaruga. Um dia, estando a conversar, diz assim a lebre para o tartaruga: – Olha lá, tu não queres fazer uma corrida comigo? O tartaruga respondeu-lhe que sim. A lebre riu-se para dentro e pensou assim: -Quem vai ganhar sou eu. Ele é tão lento…! Na manhã seguinte preparam-se todos para a corrida. Quando se encontraram na

Ver mais…


barulho A carroça

Certa manhã, bem cedo, o meu pai convidou-me para um passeio no campo, a fim de ouvir o cantar dos pássaros. Concordei com grande alegria e lá fomos. A um certo momento, depois de um breve silêncio, perguntou-me: — Estás a ouvir algo mais do que o canto dos pássaros. Apurei o ouvido e respondi: — Estou a ouvir o barulho de uma carroça,

Ver mais…


seamless-socks-background-23436299 Onde estava a meia perdida?

Eram sete e meia da manhã, quando a Joaninha abriu a porta da cozinha, onde a mãe preparava o pequeno-almoço. Trazia num pé uma meia branca e uma sandália. O outro pé estava descalço e ela vinha com a outra sandália na mão. “Mãe”, disse a Joaninha, “eu procurei por toda a parte, mas não consigo encontrar a outra meia.” “Não sei o que

Ver mais…


porquinho O Porquinho Comilão

O porquinho da nossa história era muito comilão. A mãe costumava ralhar com ele, com razão, porque o porquinho andava sempre à procura de alguma coisa para encher a barriga, não se importando nada que o que comesse fosse dele ou não. Era frequente ouvir a mãe dizer: – Quem é que comeu o bolo que estava guardado na despensa? -Quem é que comeu

Ver mais…