Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

historia infantil para contar em sala de aula

Você está a ver contos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa historia infantil para contar em sala de aula. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Desenho da Árvore com Maças


mosca A Mosca que Mora na Teia

Pra encurtar a história, nem vou contar como Maradona, a mosca, escapou do açucareiro, pois foi tampada lá dentro e não havia meio de alguém destampar. Não vou contar também como foi que Maradona aprendeu que através da vidraça mosca não passa. Pois bem… um dia Maradona caiu na teia. – Lá vem a aranha… ronc, ronc, ronc… preciso esconder-me… – Aonde, meu Deus?

Ver mais…


Tutti frutti pequenas histórias para saborear002 As recordações

Realizou-se um encontro de Antigos Alunos da Faculdade. Quando chegou o momento de recordarem episódios do passado que jamais esquecerão, um deles contou o seguinte: Durante o meu primeiro ano da Faculdade, um nosso professor deu-nos um questionário. Eu era bom aluno e respondi rapidamente a todas as questões até chegar à última. Perguntava assim: – Qual é o primeiro nome da mulher que

Ver mais…


George and Marco O Schiggi vai à escola

O Jacob e a Maja eram gémeos. Viviam com mais duas irmãs e os pais, num campo missionário de Africa. O pai era professor e eles sentiam-se alegres por poderem estudar com as crianças africanas de cabelo crespo, nos bancos da escola. Tinham-se habituado a amar essas crianças de pele negra e dentes brancos brilhantes. O pai — o senhor Hiestand — dava também

Ver mais…


O BANQUETE O Banquete

Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorreu a cidade pedindo esmola. Não teve sorte. Uns diziam-lhe palavras ofensivas, outros davam-lhe um pedaço de pão duro, outros atiravam-lhe pedras. Apenas um casal pobre que habitava num casebre a convidou a entrar, a sentar-se à mesa, servindo-lhe uma sopa quente e mais alguma coisa. A mendiga comeu, despediu-se com um sorriso e partiu. No

Ver mais…


animals-horses_00383339 A estranha cama do Joãozinho

O avô linha levado a avó e os gémeos para um longo passeio. O dia estava cheio de sol radioso. A manhã tinha sido um tanto fresca, mas agora eles estavam todos sentados, um pouco afastados da estrada, num local tranquilo. Hoje a comida tinha um sabor especial. É que a avó, que era mestra no assunto, tinha preparado magníficas provisões de viagem. A

Ver mais…


fada-mundial A Historia da Menina Curiosa

Era uma vez um lenhador, que ao passar viu uma cobra a tentar engolir uma galinha. Então, pegando num grande pau, deu uma paulada na cobra. Para seu grande espanto a galinha, depois de salva, transformou-se numa bela fada, e a cobra numa feia ratazana sem pelo. A fada disse-lhe que ia ter uma filha muito bonita, esperta e inteligente. E a ratazana acrescentou:

Ver mais…


trabalho-escolar-segundo-as-normas-da-abnt O Trabalho de Casa

Uma vez, numa aula de adultos, o professor deu como trabalho de casa o seguinte: «Ir ao encontro de alguém de dizer-lhe que o ama». Contariam depois o que sentiram. O André, enquanto regressava a casa, pensava a que pessoa iria declarar a sua amizade. E pensou no seu pai. De facto, há cinco anos que se tinham zangado e, por isso, evitavam ver-se,

Ver mais…


carica Uma Carica e Tanto

Vou contar-vos, hoje, a história desta carica. Não é uma carica qualquer. Desde que nascera que sabia que estava reservada para altos destinos. Descendia da lata, pois descendia, mas à lata não voltaria. Amoldada, como milhares das suas irmãs, à boca de uma garrafa, foi à vida com a garrafa a que a juntaram. Um dia, uma pressão – tche! E rua, chão… Chão

Ver mais…


fada-mundial O Gosto das Bruxas

Era uma vez uma menina que estava presa na torre mais alta de um castelo. Ela era uma princesa, mas não lhe valia de nada, porque perdera os seus pais e o reino, numa guerra que o dono do castelo, já se vê, é que ganhara. Ainda era o tempo das fadas. Por isso a menina disse, para que as paredes ouvissem: — Se

Ver mais…