Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1291

historinhas para dormir curtas

Você está a ver contos para meninos , contos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa historinhas para dormir curtas. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



A Lebre e o Porco-Espinho

Numa clareira, junto a um campo de trigo, vivia uma família de porcos-espinhos e uma lebre. Numa bela manhã de sol, um porco-espinho saiu para dar um passeio no seu campo de nabos. A lebre, sua vizinha, teve a mesma ideia e saiu para vigiar o seu campo de reponhos. “Bom dia!”, disse o porco-espinho à lebre. “Bom dia, também para ti!”, respondeu-lhe a

Ver mais…


Festa de Carnaval

– Porque é que estás a chorar, Susi? – pergunta Jacob. – Porque a Catarina foi horrível para mim – soluça Susi. A coroazinha de papel dourado que tem na cabeça está torta. O rímel escorreu-lhe das pestanas para a cara, e os olhos estão vermelhos de chorar. Jacob tem vontade de dizer: “Tu às vezes também és má para a Catarina.” Mas pensa

Ver mais…


A Fadinha Curiosa

Era uma vez, uma linda fada chamada Clarisse. Ela vivia na Fairyland, terra de muitos encantos e fantasia. As flores tinham vida própria e conversavam com as fadas, as nuvens eram de algodão doce para que as fadinhas pudessem se deliciar, os animais cantavam lindas músicas para alegrar os moradores e as árvores ajudavam a vigiar as crianças para que nada de mau lhes

Ver mais…


A Historia da Lebre e da Tartaruga

Era uma vez… uma lebre e um tartaruga. Um dia, estando a conversar, diz assim a lebre para o tartaruga: – Olha lá, tu não queres fazer uma corrida comigo? O tartaruga respondeu-lhe que sim. A lebre riu-se para dentro e pensou assim: -Quem vai ganhar sou eu. Ele é tão lento…! Na manhã seguinte preparam-se todos para a corrida. Quando se encontraram na

Ver mais…


Os Ouriços

Uma família de ouriços instalou-se na floresta. Tudo corria bem até que chegou o Inverno. Cada vez fazia mais frio. A neve cobria as folhas mortas e o rio tinha gelado. Os ouriços tiritavam todo o dia, e de noite não conseguiam dormir com tanto frio. Uma tarde de invernia, decidiram apertar-se uns contra os outros para ficarem mais quentinhos, mas fugiram logo pelos

Ver mais…


Os Sete Cabritinhos

Era uma vez uma cabra, que morava com seus sete cabritinhos em uma linda casinha com quintal e jardim. Naquela manhã, estavam todos assistindo televisão antes de mamãe sair para o mercado, fazer compras: A notícia de última hora dizia: – Cuidado: há um lobo mau solto por aí. Foi visto pela última vez fugindo para perto do rio. Todos estamos trabalhando para caçá-lo,

Ver mais…


Um minuto

Uma criança, com voz tímida, perguntou ao pai quando este regressou do trabalho: — Pai, quanto é que ganhas por hora? O pai, num gesto severo, respondeu: — Escuta, meu filho, isso nem a tua mãe sabe. Não me aborreças que estou cansado. Mas o filho insistiu: — Mas, pai, por favor diz quanto ganhas por hora? A reacção do pai foi menos severa

Ver mais…


Anita perdeu o seu cão Pantufa

A Anita vive no Edifício dos Abetos com o seu cão Pantufa, que acabou de perder. À frente do prédio há um parque de estacionamento, alguns bancos e espaços verdes. É aqui que as crianças brincam. Andam de bicicleta, de patins e jogam à macaca. A Anita e o Pedro moram no 3º e o Luís no 4º andar. Na entrada do prédio encontram

Ver mais…


O mundo das meias perdidas

João era um menino um pouco descuidado com as suas coisas. A sua mãe passava a vida a chamar-lhe a atenção, para ele ser mais arrumado… Um pouquinho mais. Certo dia, João, quando se estava a vestir para ir para a escola, reparou que lhe faltava uma meia do par que estava prestes a calçar. – Mas onde é que se meteu a meia?

Ver mais…


Ajudando o Tio no campo

Ao acabar o meu tempo escolar, passei um balo ano, nas montanhas, a ajudar o meu tio a trabalhar na terra. O que eu gostava mais, era de ir buscar lenha com o avô. O estalido de um pinheiro a cair, ou o ruído dos troncos das Árvores no vale! Mas a lenha não era o único trabalho — longe disso. Eu tinha de

Ver mais…