Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

lenda da iara resumida do folclore

Você está a ver contos e histórias , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa lenda da iara resumida do folclore. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



Desenho de Sereia


natal A lenda do Pinheiro de Natal

Há muito, muito tempo, na noite de Natal, existiam três árvores junto do presépio: uma tamareira, uma oliveira e um pinheiro. Ao verem o Menino Jesus nascer, as três árvores quiseram oferecer-lhe um presente. A oliveira foi a primeira a oferecer, dando ao Menino Jesus as suas azeitonas. A tamareira, logo a seguir, ofereceu-lhe as suas doces tâmaras. Mas o pinheiro, como não tinha

Ver mais…


O PELICANO O Pelicano

Era uma vez um pelicano, uma ave de bico comprido, que partiu à busca de alimento para os seus filhos. Uma serpente, escondida entre a ramagem, ao vê-la sair, aproximou-se do ninho onde dormiam os pequenos pelicanos. Mordeu-os a todos, um por um, passando os pobrezinhos do sono para a morte. Satisfeita, a serpente voltou para o seu esconderijo, a fim de gozar com

Ver mais…


sinos Os Mil Sinos

Era uma vez uma ilha onde havia, junto ao mar, um templo com mais de mil sinos. Quando soprava o vento, todos os sinos repicavam, produzindo uma melodia encantadora. Um dia, porém, uma parte da ilha afundou-se e com ela o templo dos mil sinos. Uma tradição antiga afirmava que esses sinos continuavam a repicar. Por isso, um jovem percorreu centenas de quilómetros para

Ver mais…


coelho pascoa Lenda do Coelho da Páscoa

Perto da casa do menino Jesus, um passarinho construiu seu ninho. Todas as manhãs, Jesus era acordado pelo alegre e bom canto da avezinha. Certa manhã, porém, ele foi acordado pelo piar aflito do passarinho. Jesus espiou e viu que a mãe passarinho chorava desconsolada, pois a raposa havia roubado os seus ovinhos. O menino Jesus ficou triste e saiu pelo campo, pedindo aos

Ver mais…


lenda_do_preguicoso A lenda do preguiçoso

Diz que era uma vez um homem que era o mais preguiçoso que já se viu debaixo do céu e acima da terra. Ao nascer nem chorou, e se pudesse falar teria dito: “Chorar não. Depois eu choro”. Também a culpa não era do pobre. Foi o pai que fez pouco caso quando a parteira ralhou com ele: “Não cruze as pernas, senhor. Dá

Ver mais…


dragão cor de violeta O Dragão Cor-De-Violeta

Era uma vez uma floresta enorme e muito antiga, onde moravam muitos animais, e todos viviam satisfeitos. Tinham tudo aquilo de que precisavam e não eram incomodados pelos homens, pois estes ainda não tinham descoberto esta floresta. Só evitavam a parte norte da floresta. Segundo uma antiga lenda, havia aí um terrível dragão cor-de-violeta que comia tudo o que lhe aparecia à frente. Nunca

Ver mais…


lenda girassol A lenda do Girassol

Há muito tempo atrás havia ao norte do Amazonas uma tribo de índios chamada Lanomâmi. O feiticeiro, também o chefe religioso da tribo, sempre reunia os curumins, em volta da fogueira para contar-lhes velhas lendas da tribo. O pajé muito esperto sentia que as crianças adoravam as suas histórias e quando as contava, notava em seus rostinhos o brilho dos olhos denunciando o interesse

Ver mais…


princesa-peach-7 A Lenda das Sete cidades

Há muitos, muitos anos, vivia no Reino das Sete Cidades uma pequena Princesa chamada Antília. A menina era a filha única de um velho Rei viúvo que era conhecido pelo seu mau feitio. Senhor das Alquimias e do Saber, o Rei vivia em exclusivo para a sua filhinha, não gostando que a Princesa falasse com ninguém. A menina ora estava com o pai, ora

Ver mais…


cerejeira da lua A Cerejeira da Lua

A Lua fita-nos quando a fitamos? Não. Nunca. Se a chamarmos deste canto da Terra, a Dama Toda Branca embuça-se de mistério e faz de conta que é a Bela Adormecida. Presunçosa. Como se toda a gente não soubesse que a Lua deixou de ser inacessível. Botas memoráveis pisaram-lhe a superfície desolada. Satélites zumbem à sua volta. Telescópios potentíssimos perscrutam-lhe todos os socalcos, rugas

Ver mais…