Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 210 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 992

Letra do hino ele me ama diante do trono

Está a visualizar Histórias para crianças, Histórias para crianças, e/ou outras publicações relacionadas com a sua pesquisa por Letra do hino ele me ama diante do trono. Descubra os textos mais populares escritos em português.





Outras Histórias Relacionadas:

Os Pais Separados

Uma dia, o professor convocou o pai e a mãe do Duarte para uma reunião acerca do insucesso escolar do seu filho. Os pais viviam separados e, por conseguinte, nem um nem outro sabiam que se iriam encontrar. Duarte fora sempre um aluno feliz, cooperante. Por isso, o professor interrogava-se: «Como irei convencer estes pais separados, a pensar no divórcio, que este mau aproveitamento
Ler mais »


As vogais também falam

Vou contar-vos a história das vogais. Na terra das letras existiam cinco letrinhas muito vaidosas que se chamavam vogais. Elas eram o A, o E, o I, o O, e o U. Ah, mas não me posso esquecer da Laura. A Laura era uma menina que andava a estudar as vogais e que as levava consigo de casa para a escola e da escola
Ler mais »


A Gata Branca

Era uma vez um velho rei que tinha três filhos e não sabia a quem deixar o seu reino. Um dia chamou-os e disse-lhes: “Já estou velho e devo deixar o trono a um de vós. Sois os três valentes e capazes, por isso decidi deixar o reino a quem me trouxer o cão mais pequeno do mundo.” Os irmãos mais velhos partiram e
Ler mais »


A Mulher Avarenta

Era um vez um sábio que gostava de dar conselhos. Muitas pessoas escutavam as suas sentenças e regressavam a sua casa com mais luz para as suas vidas. Um dia, um homem veio ter com ele a queixar-se que tinha uma mulher muito avarenta. O sábio mandou que, no dia seguinte, viesse acompanhado pela sua mulher. Quando a mulher estava diante do sábio, este
Ler mais »


O Lince Ibérico e o Coelho

Num denso mato, uma imensa luz denunciava a presença de um vulto no fim da tarde. De rosto semelhante a um gato desfilava graciosamente um esbelto lince ibérico. Ao longe ressoavam as seis badaladas, agitando-se a voracidade eminente deste pequeno, grande gato vermelho, que agora se encontrava pronto a atacar a quem ousasse atravessar o seu caminho. Com as suas agulhas auditivas, aguardou de
Ler mais »


O Julgamento

Depois de uma vida simples, uma mulher morreu e encontrou-se a fazer parte de uma fila enorme de pessoas que desejavam entrar no Paraíso. A medida que se aproximava da porta, ia ouvindo mais claramente as palavras do Senhor. A um disse: — Tu socorreste-me quando estava ferido na estrada e levaste-me ao hospital. Entra no Paraíso. Disse a outro. — Tu fizeste um
Ler mais »


Os Tijolos

Uma noite, veio inesperadamente uma tempestade que levou uma das casas da aldeia. Essa família ficou sem nada. Toda a gente lamentava o acontecido e uma família vizinha acolheu-os em casa. Naquela noite, um dos habitantes não conseguia dormir, pensando na forma de ajudar essa família. Teve então uma ideia. Levantou-se rapidamente e, como era pobre, apenas levou quatro tijolos da sua casa. Aproveitando
Ler mais »


O concurso

Uma vez, fez-se um concurso na escola infantil para ver quem era a criança mais carinhosa. Apresentaram-se muitas concorrentes. Uma delas, diante do júri, disse: — Eu ajudei um velhinho a atravessar a rua. Uma outra contou: Todos os dias, ao chegar da escola, dou um beijo à minha mãe. Uma outra relatou: — Um dia, o meu irmãozinho feriu-se e eu fiz-lhe o
Ler mais »


A Lebre e a Tartaruga

“Apostemos, disse à lebre A tartaruga matreira, Que eu chego primeiro ao alvo Do que tu, que és tão ligeira!” Dado o sinal da partida, Estando as duas a par, A tartaruga começa Lentamente a caminhar. A lebre, tendo vergonha De correr diante dela, Tratando uma tal vitória De pêta ou de bagatela, Deita-se, e dorme o seu pouco; Ergue-se, e põe-se a observar
Ler mais »


Guilherme Tell

Há muitos anos, antes de ser um país livre e soberano, a Suíça era governada por um regente autoritário chamado Gessler. Todos tinham medo dele, porque quem desobedecesse às suas ordens era impiedosamente castigado. A única pessoa que não o temia era o bravo caçador das montanhas de nome Guilherme Tell, respeitado pelos seus conterrâneos por ser, além de homem de bem, um exímio
Ler mais »



~ Search results for "letra do hino ele me ama diante do trono" | Historias e Contos Infantis ~