Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

livros em pdf baixar gratis de servico social

Você está a ver contos e histórias , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa livros em pdf baixar gratis de servico social. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



pneu_abre O furo no pneu

Um casal de turistas ia de carro a caminho de uma cidade do interior. Era manhã muito cedo, ainda escuro. Perto de uma estação de serviço tiveram um furo num pneu. Pararam e viram um homem que estava encostado à bomba de gasolina, parecendo estar à espera de alguém. Seria o empregado da estação? O dono do carro disse-lhe: — Podia mudar o pneu,

Ver mais…


Menino_Chorando2 Menino chorão,menino torrão

D. Pequena não sabia mais o que fazer. Seu filho Aparício chorava o dia todo e quando tinha raiva ficava todo roxo e caia no chão como morto. Coitada de D. Pequena , já estava ficando desesperada. Levou o menino numa rezadeira, mais nada adiantou. Ensinaram-lhe chás e mais chás , mais nada resolvia e o menino só piorava. Até que ela resolveu procurar

Ver mais…


MARTELO2 O Julgamento

Depois de uma vida simples, uma mulher morreu e encontrou-se a fazer parte de uma fila enorme de pessoas que desejavam entrar no Paraíso. A medida que se aproximava da porta, ia ouvindo mais claramente as palavras do Senhor. A um disse: — Tu socorreste-me quando estava ferido na estrada e levaste-me ao hospital. Entra no Paraíso. Disse a outro. — Tu fizeste um

Ver mais…


vaptfzcmspscbig O Ateu

Era uma vez um sábio que se vangloriava de ser ateu. Além disso, era um grande anticlerical. Ria-se dos que acreditavam, dizendo que a religião continua a ser um ópio para consolar o povo ignorante e sofredor. Um dia, regressava a casa sozinho no seu carro por uma estrada deserta. Chovia torrencialmente e o carro despistou-se, deixando o condutor ferido e a sangrar muito

Ver mais…


fa2756dc31a7bc43f772bb15ecc24555 A árvore

Era uma vez uma árvore que, lendo crescido a beira do rio, se sentia mutilo infeliz. Olhava para si própria e chorava a sua triste sorte. Dizia para consigo: — Levo uma vida sem sentido. Sempre parada e sem fazer nada, junto ao rio. Um belo dia, um passarinho poisou num dos seus ramos e cantou-lhe aos ouvidos uma linda canção. A árvore, que

Ver mais…


3deb63e3271b0cd63ef6f158c3aae3ae O sentido da vida

Um grande filósofo reflectia, dia após dia, acerca do sentido da vida. Tinha dedicado os melhores anos da sua vida à solução deste enigma. Tinha consultado os maiores sábios da humanidade. Tinha enchido a sua biblioteca com os livros dos maiores pensadores. Tinha lido muitas teorias acerca do assunto. Mas os anos iam passando e ele não encontrava uma resposta satisfatória a esta questão.

Ver mais…


estudando-menino_ler O estudo

Um velho chinês, rico mas analfabeto, tinha às suas ordens um músico cego. Disse ao seu empregado: — Já tenho setenta e três anos e continuo analfabeto. Poderia começar a estudar mas já é demasiado tarde. O músico sugeriu-lhe: — Por que não acende uma vela? Sem perceber o que o empregado músico queria dizer, o velho chinês, aborrecido, respondeu: — Como é que

Ver mais…


Os Ilustres Os Ilustres

Um jovem rei encarregou uma equipa de sábios de escrever uma História dos Homens ilustres do Reino. Estes lançaram-se ao trabalho com afinco, investigando nas bibliotecas do reino. Ao final de muitos anos, apresentaram ao rei um conjunto de quarenta volumes. Mas o rei já estava com sessenta anos. Não teria tempo para ler tantos livros. Pediu-lhes então o seguinte: — Por favor, reduzam

Ver mais…


musica6 A Expêriencia

Era uma vez um homem que, tendo passado umas lerias em Viena de Áustria, aproveitou o tempo para escutar concertos musicais, ficando verdadeiramente encantado. Ao chegar à sua terra, decidiu formar uma orquestra musical, um pouco ao estilo das que tinha visto em Viena. Ele próprio decidiu ser o director de orquestra. Para se preparar, leu muitos livros e escutou muitas conferências. Encheu a

Ver mais…


cegonha e a tartaruga A Cegonha e a Tartaruga

- Vou partir para as terras quentes do sul – declarou a cegonha com visível orgulho. – Desde que anunciaram tempos difíceis, não penso noutra coisa. – Quem é que anunciou tempos difíceis? – perguntou a tartaruga num bocejo. – O boletim meteorológico. Falaram de vento, chuva, frio, enfim só coisas desagradáveis. Eu, sempre que posso, fujo do que me aborrece. – Foges? –

Ver mais…