Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1291

manhas de carros do gta rio de janeiro para ps2

Você está a ver contos , contos e fábulas para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa manhas de carros do gta rio de janeiro para ps2. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



A Raposa e a Cegonha

Aconteceu um dia da comadre Raposa convidar a Cegonha para jantar. Com as manhas de matreira que é, preparou comida líquida, uma sopa e uma papa de sobremesa que escorreu em prato raso… A Cegonha fez de tudo para provar, picava o prato com o bico, mas nada! Voltou com fome pro ninho. Dali que resolveu bem resolvido pagar a Raposa com a mesma

Ver mais…


A Pressa

Uma vez, um Mestre de sabedoria olhou para a rua e viu um dos seus alunos a andar muito apressado, de um lado para o outro. Chamou-o e perguntou-lhe: — Haikel, já paraste hoje um momento esta manhã para olhar para o céu? Ele respondeu: — Não, Mestre. Continuou: — E já viste a estrada esta manhã? — Sim, Mestre. — E que vistes

Ver mais…


A Gansa dos Ovos de Ouro

Um fazendeiro e a mulher tinham uma gansa que todos os dias punha um ovo de ouro maciço. E todas as noites a guardavam em segurança dentro de um cercado ao canto da cozinha, com uma tigela cheia de bom milho e outra de água limpa. E todas as manhãs encontravam mais um ovo amarelo e reluzente na sua cama de palha fofa. Certo

Ver mais…


Lenda do Coelho da Páscoa

Perto da casa do menino Jesus, um passarinho construiu seu ninho. Todas as manhãs, Jesus era acordado pelo alegre e bom canto da avezinha. Certa manhã, porém, ele foi acordado pelo piar aflito do passarinho. Jesus espiou e viu que a mãe passarinho chorava desconsolada, pois a raposa havia roubado os seus ovinhos. O menino Jesus ficou triste e saiu pelo campo, pedindo aos

Ver mais…


A Janela e a Montanha

A janela abria para a frente, para fora, para o ar lavado da montanha. Quem dormisse naquele quarto, ao saltar da cama, de manhã, abria a janela de dois batentes como se estivesse a respirar fundo. Enchia os pulmões de ar e os olhos de claridade. Era o primeiro exercício de ginástica. Podia ficar por aqui, de cotovelos sobre o parapeito, a apreciar a

Ver mais…


A lenda do Girassol

Há muito tempo atrás havia ao norte do Amazonas uma tribo de índios chamada Lanomâmi. O feiticeiro, também o chefe religioso da tribo, sempre reunia os curumins, em volta da fogueira para contar-lhes velhas lendas da tribo. O pajé muito esperto sentia que as crianças adoravam as suas histórias e quando as contava, notava em seus rostinhos o brilho dos olhos denunciando o interesse

Ver mais…


A cobra que teve de desistir

Sonolenta, a Sofia esfregou os olhos e espreguiçou-se. “Ainda não são horas de me levantar”, pensou ela. E nesse momento ouviu a voz da mãe a chamar: “Sofia, então não te levantas?” “Já vou, mãe.” Saltou da cama e abriu as portadas da janela para deitar uma olhadela lá para fora. Que linda manhã de Primavera! Em cima de um choupo, um melro, quase

Ver mais…


A Sónia e o autocarro da escola

Era o primeiro ano em que a Sónia ia à escola. O quarteirão onde ela vivia com os pais, tinha sido acrescentado com muitos blocos novos, nos últimos anos. Por isso passou a haver tantas crianças, que a cidade não conseguia construir escolas suficientes. Muitos alunos tinham de ir às escolas de outros bairros. A rua era larga e perigosa, com muitos carros a

Ver mais…


Didi dá que fazer

Quem me contou esta história foi o Rogério, um rapazinho meu amigo, que morava no 2º direito do prédio onde eu moro. Deixou de ser meu vizinho há coisa de um ano, pouco mais ou menos. O pai dele foi colocado em Estrasburgo, que fica em França, perto da Alemanha, e, como é bom de ver, a família mudou-se também. Quando se foi embora,

Ver mais…


Quando o Luís se escondeu no camião

O pai do Luís possuía um grande camião, com o qual percorria todo o país, transportando cargas gigantescas. Algumas vezes ele levava também o Luís. Punha o rapazinho na cabine do condutor, sentado ao seu lado. Que alegria, cada vez que isso acontecia! Um dia, ao ver o pai preparar se para partir, o Luís perguntou se também podia ir. “Papá, por favor deixa

Ver mais…