Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1291

montar duas fotos juntas online

Você está a ver contos para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa montar duas fotos juntas online. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



O tempo

Era uma vez um camponês, pobre mas sábio, que trabalhava no campo com o filho. Um dia. o filho disse-lhe: — Pai, que desgraça! O nosso cavalo fugiu. O pai respondeu: — Por que chamas desgraça? E preciso dar tempo ao tempo. Poucos dias depois, o cavalo regressou e o rapaz quis montar no cavalo. Mas, por não estar acostumado, caiu ao chão e

Ver mais…


A Panela de Ferro e a Panela de Barro

Panela de ferro propôs à de barro Que juntas fizessem pequena excursão; Mas esta escusou-se, julgando prudente Ficar no seu posto, juntinho ao fogão. “Um toque (diz ela) reduz a pedaços Meu todo argiloso, tão frágil e inerme; No entanto, a senhora não teme os embates, Pois é protegida de rija epiderme.” PANELA DE FERRO “Prometo-te amparo; irei afastando Os corpos que danos te

Ver mais…


As Pílulas

Uma mulher apresentou-se ao psicólogo e disse-lhe: — Pode ajudar-me pois tenho um grande problema. O psicólogo, solícito, perguntou: — Então de que problema se queixa? A mulher continuou: — Tenho muitas dificuldades com o meu marido. Todas as noites, quando chega a casa, começamos a discutir, e é ver quem fala mais alto. O psicólogo, respondeu: — A cura é fácil. A mulher,

Ver mais…


A Raposa sem rabo

Uma ladina Raposa Caiu em certa armadilha, (Que sempre as tece o Diabo!) E foi grande maravilha Ficar apenas sem rabo: Com tal perda envergonhada, De a coonestar busca a ideia; E as sócias vendo uma vez Juntas em grande assembleia, Lhes disse muito cortês: – Sabei que os cães destes sítios, – Que há dias tenho encontrado – Por esta campina toda, –

Ver mais…


Onde estava a meia perdida?

Eram sete e meia da manhã, quando a Joaninha abriu a porta da cozinha, onde a mãe preparava o pequeno-almoço. Trazia num pé uma meia branca e uma sandália. O outro pé estava descalço e ela vinha com a outra sandália na mão. “Mãe”, disse a Joaninha, “eu procurei por toda a parte, mas não consigo encontrar a outra meia.” “Não sei o que

Ver mais…


O Velho o Menino e o Burro

Num lugar que você sabe este fato aconteceu. As pessoas que eu descrevo, você talvez conheceu. E se você não se lembra, procure na consciência. Porque se houver semelhança, não é mera coincidência. O burrico vinha trotando pela estrada. De um lado vinha o velho, puxando o cabresto. Do outro vinha o menino, contente, que o dia estava fresquinho e o sol brilhava no

Ver mais…


Rainha da Primavera

Numa terra muito distante chamada Florislândia, havia todos os tipos de flores, de todas as idades e de todos os estilos. As mais velhas eram mais sábias e cuidavam das mais jovens, as mais novas costumavam ser mais vaidosas e viviam enfeitando suas pétalas. As flores mães cuidavam das tarefas do lar e dos filhos, os pais saíam para trabalhar nas plantações de novas

Ver mais…


As Duas Rãs

O Verão tinha sido tão quente naquele ano, que as lagoas e os ribeiros secaram todos. Tudo se mirrava esbraseado pelo sol e não havia humidade em parte alguma. Aflitas com a grande seca, não podendo viver assim, duas rãs decidiram ir à procura de qualquer sítio húmido ou de um charcozinho. E depois de muito andarem e de apanharem muito sol, deram com

Ver mais…


Rosa Branca e Rosa Rubra

Uma pobre viúva que vivia numa casa onde cresciam duas roseiras; uma dava rosas brancas e a outra rosas rubras. As suas duas filhas pareciam-se tanto com essas duas roseiras que lhes pôs o nome de Rosa Branca e Rosa Rubra. As duas gostavam muito uma da outra e iam sempre juntas para todo o lado. Um dia, ao entardecer, enquanto a mãe lia

Ver mais…


A princesa Dos Sapatos Vermelhos

Um rei que tinha três filhas, todas elas muito bonitas. Dormiam juntas no mesmo quarto e com as camas umas ao lado das outras. O rei, que era muito desconfiado, fechava sempre a porta à chave, quando se iam deitar. Mas uma manhã, quando voltou a abri-la, descobriu com espanto que as solas dos sapatos da sua filha mais velha estavam gastas. Passado algum

Ver mais…