montar minha camiseta de futebol

Você está a ver contos para meninos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa montar minha camiseta de futebol. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. texto narrativo sobre futebol,texto narrativo pronto sobre futebol,texto narrativo de um jogo de futebol,Texto narrativo uma partida de futebol,jaqueta futebol americano renner,a historia do futebol de campo no mundo,texto narrativo tema uma partida de futebol,Texto narrativo sobre o futebol,texto narrativo tema futebol,textos narrativos sobre futebol



MascoteAfricaDoSul_Zakumi A equipa de futebol

Era uma vez um leão, rei da selva, que quis organizar uma equipa de futebol. Para isso, saiu à procura de jogadores. Convidou a girafa porque, com um pescoço assim comprido, jogaria muito bem de cabeça. Convidou um urso enorme porque seria um bom guarda-redes. Convidou uma gazela e um leopardo, que correm muito, para dianteiros que marcam muitos golos. Convidou macacos e um

Ver mais…


dilenia-bolo-assado-no-prato O Bolo

Um cristão e um ateu encontraram-se à mesma mesa do restaurante. A conversa passou da meteorologia para o futebol, e parou na religião. O ateu afirmava categoricamente: — Eu não acredito em coisas que não entendo. Vós, os cristãos, respondeis frequentemente às nossas per- guntas acerca de Deus e da religião, dizendo que e um mistério, que não se pode compreender. Eu só aceito

Ver mais…


imagens-animadas-pai-e-filho-desenho-25b05e O tempo

Era uma vez um camponês, pobre mas sábio, que trabalhava no campo com o filho. Um dia. o filho disse-lhe: — Pai, que desgraça! O nosso cavalo fugiu. O pai respondeu: — Por que chamas desgraça? E preciso dar tempo ao tempo. Poucos dias depois, o cavalo regressou e o rapaz quis montar no cavalo. Mas, por não estar acostumado, caiu ao chão e

Ver mais…


velho menino burro O Velho o Menino e o Burro

Num lugar que você sabe este fato aconteceu. As pessoas que eu descrevo, você talvez conheceu. E se você não se lembra, procure na consciência. Porque se houver semelhança, não é mera coincidência. O burrico vinha trotando pela estrada. De um lado vinha o velho, puxando o cabresto. Do outro vinha o menino, contente, que o dia estava fresquinho e o sol brilhava no

Ver mais…


chapeu de palha Chapéu de Palha

Havia um chapéu de palha muito bonito, que era muito amigo do seu dono – o Teófilo. Num certo dia, lá por alturas da Primavera, Teófilo resolveu ir jogar à bola com os seus amigos, num terreno que havia lá no bairro, perto de sua casa. Teófilo vestiu o seu bonito equipamento de jogador de futebol, oferecido pela sua tia Elisa, no dia do

Ver mais…


mosca e formiga A Mosca e a Formiga

Uma mosca importuna contendia Com a negra formiga, e lhe dizia: “Eu ando levantada lá nos ares, E tu por esse chão sempre a arrastares: Em palácios estou de grande altura, Tu debaixo da terra em cova escura: A minha mesa é rica e delicada; Tu róis grãos de trigo e de cevada; Eu levo boa vida, e tu, formiga, Andas sempre em trabalho

Ver mais…


mae_filho_beijo O punho fechado

Era uma vez um menino que, na escola, tinha sempre fechado o punho da mão esquerda. Quando era interrogado pela professora, levantava-se e respondia mantendo o punho fechado. Escrevia com a mão direita, mas mantinha a mão esquerda sempre fechada. Um dia, a professora, também para responder aos seus alunos, perguntou-lhe: — Diz-me por que é que tens o punho da mão esquerda sempre

Ver mais…


sabio Vivo ou Morto

Numa cidade havia um homem que era considerado por toda a gente como um grande sábio. Muitas pessoas vinham de longe fazer-lhe perguntas. Uma criança quis pôr o sábio à prova, fazendo-lhe uma pergunta muito difícil. E planeou o seguinte. Iria apresentar-se ao sábio levando escondido na mão um passarinho. E perguntar-lhe-ia: «O que é que tenho escondido na minha mão?» Se ele disser

Ver mais…


coelho e o lince O Lince Ibérico e o Coelho

Num denso mato, uma imensa luz denunciava a presença de um vulto no fim da tarde. De rosto semelhante a um gato desfilava graciosamente um esbelto lince ibérico. Ao longe ressoavam as seis badaladas, agitando-se a voracidade eminente deste pequeno, grande gato vermelho, que agora se encontrava pronto a atacar a quem ousasse atravessar o seu caminho. Com as suas agulhas auditivas, aguardou de

Ver mais…


serpentinas O vendedor de sonhos

Era uma vez, numa terra colorida e feliz, um vendedor de sonhos que transportava o seu carrinho com sonhos lá dentro! Eu adorava a quinta-feira, era quando o vendedor de sonhos ia lá à minha rua para vender os seus sonhos. Quando acordava de manhã, ia logo lá para fora para ver se o via e a minha mãe dizia-me: _ Está muito frio,

Ver mais…