Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

professora iara ramos horoscopo

Você está a ver contos e histórias , contos e fábulas para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa professora iara ramos horoscopo. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



b_1313209046729 A lenda da Iara

A Iara é uma lenda do folclore brasileiro. Ela é uma linda sereia que vive no rio Amazonas. A sua pele é clara, possui cabelos longos, loiros e olhos claros. A Iara costuma tomar banho nos rios e cantar uma melodia irresistível, desta forma os homens que a vêem não conseguem resistir aos seus desejos e pulam dentro do rio. Ela tem o poder

Ver mais…


Desenho de Sereia


vogais As vogais também falam

Vou contar-vos a história das vogais. Na terra das letras existiam cinco letrinhas muito vaidosas que se chamavam vogais. Elas eram o A, o E, o I, o O, e o U. Ah, mas não me posso esquecer da Laura. A Laura era uma menina que andava a estudar as vogais e que as levava consigo de casa para a escola e da escola

Ver mais…


mae_filho_beijo O punho fechado

Era uma vez um menino que, na escola, tinha sempre fechado o punho da mão esquerda. Quando era interrogado pela professora, levantava-se e respondia mantendo o punho fechado. Escrevia com a mão direita, mas mantinha a mão esquerda sempre fechada. Um dia, a professora, também para responder aos seus alunos, perguntou-lhe: — Diz-me por que é que tens o punho da mão esquerda sempre

Ver mais…


free-vector-primavera-spring_100874_Primavera_Spring A Primavera

A professora, no mês de Maio, pediu às crianças que, na hora do recreio, saíssem à rua e trouxessem qualquer coisa de belo, de lindo. Quando regressaram, foram mostrando várias coisas e explicando-as. A primeira disse: — Eu colhi esta flor, porque para mim é muito linda. A segunda, com um brilho nos olhos, disse: — Eu apanhei esta borboleta. Veja como são coloridas

Ver mais…


raposa A Raposa e o Tambor

Conta-se que uma raposa esfomeada chegou a um bosque onde, ao lado de uma árvore, havia um tambor, que soava furiosamente cada vez que, ao sopro do vento, os ramos da árvore se moviam e batiam nele. Ao ouvir tal ruído, a raposa dele se aproximou e, já em frente ao tambor, pensou: “Este deve conter muita carne e muita gordura.” Lançou-se sobre ele

Ver mais…


raposa e tambor A Raposa e o Tambor

Conta-se que uma raposa esfomeada chegou a um bosque onde, ao lado de uma árvore, havia um tambor, que soava furiosamente cada vez que, ao sopro do vento, os ramos da árvore se moviam e batiam nele. Ao ouvir tal ruído, a raposa dele se aproximou e, já em frente ao tambor, pensou: “Este deve conter muita carne e muita gordura.” Lançou-se sobre ele

Ver mais…


zoo Inês e os Amigos – Um dia no Jardim Zoológico!

Estava uma tarde solarenta, a Inês e os seus amiguinhos brincavam no recreio da escola. A professora Helena chamou-os até sala de aula, tinha uma bela notícia para lhes dizer. – Meninos tenho uma surpresa para vos contar…! Querem saber o que é? – Perguntou a professora Helena. Os meninos ficaram todos curiosos: – Qual é professora? – perguntou a Inês. – Sim, professora

Ver mais…


4b7bbb69722937495869a08f9cb299ab A Madeira

Uma vez, um lenhador pegou no machado e foi ao bosque com a intenção de cortar uma árvore. Aproximou-se de uma grande e esbelta árvore e abateu-a cruelmente. Depois de ter caído ao chão, cortou-lhes os ramos. Depois levou-a para casa. Ao chegar, perguntou-lhe: — O que gostarias que eu fizesse de ti? A árvore, a chorar a sua desdita, respondeu: — Já que

Ver mais…


Macacos C (2) Macacos de Imitação

Havia um homem que negociava em barretes encarnados. Ora uma vez em África, ao atravessar o sertão, sentiu tanto calor que resolveu descansar à sombra de uma árvore, pondo um dos barretes na cabeça para evitar que alguns raios de sol, que se infiltravam pelos ramos, o incomodassem. Colocou, ao lado, a mala onde transportava os barretes e adormeceu. Horas depois, quando acordou, ergueu-se

Ver mais…