Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

que dia tem que montar a arvore de natal

Você está a ver contos e histórias , contos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa que dia tem que montar a arvore de natal. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. o toque de papai atende o tefone papai e mamaê,Baixar toque papai atende o celula,Desenho ponto cruz homem sarados,Download 3gp cumpadre e a merda,Ver desenhos de patcolagem papai noel 2014,video homenzinho torto download



natal A lenda do Pinheiro de Natal

Há muito, muito tempo, na noite de Natal, existiam três árvores junto do presépio: uma tamareira, uma oliveira e um pinheiro. Ao verem o Menino Jesus nascer, as três árvores quiseram oferecer-lhe um presente. A oliveira foi a primeira a oferecer, dando ao Menino Jesus as suas azeitonas. A tamareira, logo a seguir, ofereceu-lhe as suas doces tâmaras. Mas o pinheiro, como não tinha

Ver mais…


Desenho da Árvore com Maças


A ORAÇÃO DE NATAL A Oração De Natal

André era uma criança que tinha um grande desejo: que os pais lhe comprassem aquela bicicleta que viu numa loja da cidade. Os pais de André, porém, eram pobres e não tinham dinheiro para comprar a tão desejada bicicleta. Ele sabia disso e, por isso, decidiu pedir a bicicleta directamente ao Menino Jesus, por ocasião do Natal. Todas as noites rezava. Depois do Pai

Ver mais…


14088310_TajpB O ladrão

Era noite de Natal. O ladrão, disfarçado de mendigo, bate à porta de uma viúva que está a fechar as janelas para ir à missa do galo, e pede um prato de sopa. Negar um prato de sopa quente na noite de Natal? Não. Com toda a pressa, abriu a porta e mandou-o sentar à mesa enquanto foi à cozinha preparar alguma coisa para

Ver mais…


4b7bbb69722937495869a08f9cb299ab A Madeira

Uma vez, um lenhador pegou no machado e foi ao bosque com a intenção de cortar uma árvore. Aproximou-se de uma grande e esbelta árvore e abateu-a cruelmente. Depois de ter caído ao chão, cortou-lhes os ramos. Depois levou-a para casa. Ao chegar, perguntou-lhe: — O que gostarias que eu fizesse de ti? A árvore, a chorar a sua desdita, respondeu: — Já que

Ver mais…


BONECA A Boneca

Rosa, passados cinco anos de casada, ficou viúva. O marido deixou-lhe apenas uma filha e uma grande saudade. Começou por trabalhar em tudo o que podia para poder sustentar a sua pequenina de 4 anos de idade. A menina tinha apenas uma pobre boneca de trapos. A mãe disse-lhe que, no Natal, o Menino Jesus lhe iria trazer uma boneca muito grande que falava

Ver mais…


PáginaÁrvore cópia A Gratidão

Era uma vez uma árvore que vivia solitária numa planície. Um dia, chegou um pássaro carpinteiro para fazer nela um buraco a fim de se acolher. Embora lhe fizessem doer as suas bicadas, deixou que fizesse o ninho no seu tronco. Mais tarde chegou um bando de avezinhas que precisava de descansar. Embora a deixassem toda despenteada e com os seus cantos não a

Ver mais…


raposa A Raposa e o Tambor

Conta-se que uma raposa esfomeada chegou a um bosque onde, ao lado de uma árvore, havia um tambor, que soava furiosamente cada vez que, ao sopro do vento, os ramos da árvore se moviam e batiam nele. Ao ouvir tal ruído, a raposa dele se aproximou e, já em frente ao tambor, pensou: “Este deve conter muita carne e muita gordura.” Lançou-se sobre ele

Ver mais…


raposa e tambor A Raposa e o Tambor

Conta-se que uma raposa esfomeada chegou a um bosque onde, ao lado de uma árvore, havia um tambor, que soava furiosamente cada vez que, ao sopro do vento, os ramos da árvore se moviam e batiam nele. Ao ouvir tal ruído, a raposa dele se aproximou e, já em frente ao tambor, pensou: “Este deve conter muita carne e muita gordura.” Lançou-se sobre ele

Ver mais…


buque-de-flor-18_47182 O ramo de flores

A velhinha, de rosto sereno e tranquilo, desde que morrera o seu marido, passou a viver numa residência para idosos. Não tinha nenhum parente com quem pudesse viver. As pessoas constatavam que, na época do Natal, aquela mulher recebia sempre uma encomenda e um ramo de flores. Abria-a com alegria diante das colegas e dizia sempre estas palavras: — Estais a ver? Ele mais

Ver mais…