quem escreveu a fabula da galinha ruiva

Você está a ver contos para meninos , contos e histórias e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quem escreveu a fabula da galinha ruiva. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. historia da galinha dos ovos de ouro,história da galinha ruiva para imprimir,historia a galinha dos ovos de ouro,historia da galinha ruiva,a história da galinha dos ovos de ouro,historia a galinha ruiva para imprimir,história da galinha ruiva para colorir,historia galinha dos ovos de ouro,galinha ruiva historia,a galinha dos ovos de ouro



galinha ovos de ouro A Galinha dos Ovos de Ouro

Tudo perde a Avareza Quando quer ganhar tudo. Para abono, só tomo essa Galinha Fabulosa, que punha os ovos de ouro. Crendo o dono que tinha No ventre dela um tesouro, Matou-a, abriu-a, e viu-a igual as outras, Que ovos comuns lhe punham. – Defraudou-se Do melhor bem que tinha Que lição para Mirras! N’esta era o vimos. Pobres d’ontem a hoje, Por sôfregos

Ver mais…


Snoopy_and_Woodstock_camping Fido e os Pintainhos

O Fido era um cão elegante, de pêlo comprido, que dormia numa casota, feita especialmente para ele, com o chão coberto de palha. Certa noite, ele avistou uma coisa redonda e esbranquiçada, mesmo num cantinho da cama. O Fido era um cão bom, e, por essa razão, os mistérios não lhe metiam medo. Deitou-se e adormeceu. Na noite seguinte, viu mais um desses objectos,

Ver mais…


843c607493f75bc1283a0806379eed1f A areia

Dois amigos viajavam no deserto. Num determinado ponto da viagem, sentaram-se e um deles começou a discutir e deu uma bofetada ao companheiro. O outro, ofendido, sem nada dizer, escreveu na areia: «Hoje o meu melhor amigo bateu-me no rosto». Levantaram-se e continuaram a caminhada. Chegaram a um oásis e resolveram tomar banho. O que tinha sido esbofeteado começou a afogar-se, sendo salvo pelo

Ver mais…


vogais As vogais também falam

Vou contar-vos a história das vogais. Na terra das letras existiam cinco letrinhas muito vaidosas que se chamavam vogais. Elas eram o A, o E, o I, o O, e o U. Ah, mas não me posso esquecer da Laura. A Laura era uma menina que andava a estudar as vogais e que as levava consigo de casa para a escola e da escola

Ver mais…


animais4 Pedro e os Animais

Era uma vez quatro irmãos que viviam numa fazenda com seus pais. Pedro era o filho mais velho de 12 anos, Antônio tinha 10 anos, João tinha 8 e Francisca era a caçula de 6 anos. Eles adoravam brincar de correr atrás dos animais quando não estavam na escola. Antônio e João, às vezes costumavam pisar no rabo dos gatos da fazenda ou até

Ver mais…


semente3 As sementes

Duas sementes estavam lado a lado, enterradas no solo de um terreno fértil. Dizia a primeira: — Eu quero crescer! Quero estender as minhas raízes para me manter de pé, e elevar os meus rebentos furando a negra terra até ver a luz do sol de Primavera. Quero depois elevar-me cada vez mais alta, desfraldando ao vento as folhas verdes e fazendo brotar as flores,

Ver mais…


porquinho O Porquinho Comilão

O porquinho da nossa história era muito comilão. A mãe costumava ralhar com ele, com razão, porque o porquinho andava sempre à procura de alguma coisa para encher a barriga, não se importando nada que o que comesse fosse dele ou não. Era frequente ouvir a mãe dizer: – Quem é que comeu o bolo que estava guardado na despensa? -Quem é que comeu

Ver mais…


patinho feio O Patinho Feio

Numa bela tarde de Verão, a mãe pata vigiava sorridente os ovos da sua ninhada que estavam prestes a estalar: “Cric, crac”, fez o primeiro ovo. “Cric, crac”, fizeram, uns após outros, todos os ovos da ninhada. As cascas partiram e cinco belos patinhos amarelos saíram cá para fora. “Como sois belos!”, disse a mãe. Mas, faltava um ovo! Era maior e mais escuro

Ver mais…


Mapa do tesouro O Mapa

Um explorador, ao regressar de uma grande viagem ao Amazonas, quis contar aos seus amigos tudo o que vira. Mas não encontrava palavras para se expressar, não conseguia dizer toda a sua grande emoção quando contemplou aquelas imensas florestas, as flores de uma beleza sem igual, os sons nocturnos da floresta. Não conseguia expressar o que sentiu quando se deu conta do perigo das

Ver mais…


129640070432 O copo de leite

Um dia, uma criança muito pobre, cheia de fome, foi bater a uma porta com intenção de pedir comida. Veio atender uma linda e jovem menina. A criança perdeu a coragem e apenas pediu um copo de água. A menina, ao vê-lo com fome, em vez da água, trouxe-lhe um copo de leite. O menino, no final, perguntou-lhe: — Quanto lhe devo? — Nada!

Ver mais…