significado da tatuagem de palhaco na perna

Você está a ver contos e histórias , contos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa significado da tatuagem de palhaco na perna. Encontre as melhores soluções de histórias para ler. palhaco,desenhos infantis-imagens para colorir,desenho rato,palhaços,palhaços para colorir,hist,ilha,histórias infantís ilustradas para ouvir,histórias infantis de palhaço,historia infantil sobre palhaço



Desenho de um Palhaço


ebay-4437 O Homem Triste

Era uma vez um homem que sofria de uma grande depressão. Andava triste lodo o dia. Receitaram-lhe comprimidos para curar, mas os efeitos não eram famosos. Um amigo aconselhou-o a ir a um famoso psiquiatra. Entrou no consultório e o médico tentou criar um clima de à-vontade e boa disposição. Disse-lhe: — Meu amigo, todos mais ou menos passamos por momentos de depressão. Por

Ver mais…


imagens-animadas-pai-e-filho-desenho-25b05e O tempo

Era uma vez um camponês, pobre mas sábio, que trabalhava no campo com o filho. Um dia. o filho disse-lhe: — Pai, que desgraça! O nosso cavalo fugiu. O pai respondeu: — Por que chamas desgraça? E preciso dar tempo ao tempo. Poucos dias depois, o cavalo regressou e o rapaz quis montar no cavalo. Mas, por não estar acostumado, caiu ao chão e

Ver mais…


cd02a1caa0ad6bf3ea37b4f8e2cb42c5 O cachorrinho

Um menino passou diante de uma loja que vendia animais e disse que desejava comprar um cachorrinho. O dono da loja apresentou-lhe alguns e ele, depois de perguntar preços, escolheu um que coxeava. O dono explicou que ele tinha um defeito numa coxa, mas o menino disse: — E este mesmo que eu quero comprar. O dono comentou: — Nesse caso, não precisas de

Ver mais…


menino-com-mochila-festas-colegio-pintado-por-besta-1040784 O Menino Sortudo

Numa aldeia viviam dois amigos -um era o Tretas, um miúdo muito trocista e fanfarrão, o outro era um rapazinho mais novo, muito tímido, chamado Zéquinhas. O mais velho andava sempre a pregar partidas ao outro. Assim, um dia em que o Zéquinhas estava a pescar no rio, o Tretas resolveu rir-se dele. -Vou desenhar um mapa a fingir que é o mapa do

Ver mais…


boneca Dança, Dança, Bonequinha

— Oh, não passa de uma cantiguinha idiota para criancinhas pequeninas — declarou a tia Malle. — Por muito boa vontade que tenha, não vejo qualquer significado na Dança, dança, bonequinha. É uma palermice, um disparate! Mas a pequena Amália via grande significado na cantiga. Ela tinha só três anos, mas já sabia brincar às bonecas e estava a educar as suas para serem

Ver mais…


BingoPS-PSD A escolha

Um homem sentia-se continuamente oprimido pelas dificuldades da vida. Foi lamentar-se com um mestre espiritual e disse-lhe: — Não posso mais! Esta vida é-me insuportável! O mestre pegou então numa mão-cheia de cinzas e deixou-as cair num copo de água límpida que tinha sobre a mesa, dizendo: — Estes são os teus sofrimentos. Toda a água ficou turva e suja. O mestre entornou-a. Em

Ver mais…


Os sapatos Os Sapatos

Era uma vez um jovem que saiu de casa calçando uns sapatos novos que tinha comprado na véspera. Quando os experimentou pareceram-lhe bons, mas agora sentia que eram demasiado apertados. Passadas algumas dezenas de metros, os pés começaram-lhe a doer. Começou então a queixar-se aos amigos dizendo. — Que desgraça! Só me faltava mais esta! Não posso mais! Enquanto conversava no passeio com um

Ver mais…


mae_filho_beijo O punho fechado

Era uma vez um menino que, na escola, tinha sempre fechado o punho da mão esquerda. Quando era interrogado pela professora, levantava-se e respondia mantendo o punho fechado. Escrevia com a mão direita, mas mantinha a mão esquerda sempre fechada. Um dia, a professora, também para responder aos seus alunos, perguntou-lhe: — Diz-me por que é que tens o punho da mão esquerda sempre

Ver mais…


bananas_animated_1-620x349 As bananas

Um viajante resolveu passar algumas semanas num mosteiro do Nepal. Certa tarde, entrou num dos muitos templos do mosteiro e encontrou um monge sorridente, sentado junto do altar. Perguntou ao monge: — Por que é que está a sorrir? O monge abriu uma bolsa que trazia consigo e disse: — Porque descobri o significado das bananas. O viajante, admirado, perguntou: — Não estou a

Ver mais…