Tag Archives: Pai




Um minuto

Uma criança, com voz tímida, perguntou ao pai quando este regressou do trabalho: — Pai, quanto é que ganhas por hora? O pai, num gesto severo, respondeu: — Escuta, meu filho, isso nem a tua mãe sabe. Não me aborreças que estou cansado. Mas o filho insistiu: — Mas, pai, por favor diz quanto ganhas por hora? A reacção do pai foi menos severa

Ver mais…


Uma visita nocturna divertida

A mãe estava sozinha em casa, com as crianças, havia já alguns dias. Uma amiga veio visitá-la, durante esse tempo, a fim de descansar um pouco naquela bela região de ar puro. A amiga da mãe foi cedo para a cama; pouco depois da criançada. Finalmente, veio também a mãe, que se foi deitar, sem fazer barulho, numa cama perto da da amiga. Das

Ver mais…


Anita perdeu o seu cão Pantufa

A Anita vive no Edifício dos Abetos com o seu cão Pantufa, que acabou de perder. À frente do prédio há um parque de estacionamento, alguns bancos e espaços verdes. É aqui que as crianças brincam. Andam de bicicleta, de patins e jogam à macaca. A Anita e o Pedro moram no 3º e o Luís no 4º andar. Na entrada do prédio encontram

Ver mais…


As cebolas invulgares

O Alfredinho encontrou, no caminho, um cartuchinho de papel. Rapidamente, olhou à sua volta, para ver se vinha algum carro. Então dirigiu-se ao saquinho, agarrou nele, e voltou para a orla do prado. Ali, abriu o cartucho para ver o que continha. “Só cebolas!” exclamou decepcionado. “Duas cebolas castanhas. Vou levá-las à mãe. Talvez possa aproveitá-las para a sopa.” O Alfredo pós o pacote

Ver mais…


A Bela Menina

Era uma vez um homem; vivia numa cidade e trazia navegações no mar, e depois foi ele e deu em decadência por se lhe perderem as navegações. Ele teve o seu pesar e não podia viver com aquela decência com que vivia no povoado e tinha umas terrinhas na aldeia e disse para a mulher e para as filhas: «Não temos remédio senão irmos

Ver mais…


O tempo

Era uma vez um camponês, pobre mas sábio, que trabalhava no campo com o filho. Um dia. o filho disse-lhe: — Pai, que desgraça! O nosso cavalo fugiu. O pai respondeu: — Por que chamas desgraça? E preciso dar tempo ao tempo. Poucos dias depois, o cavalo regressou e o rapaz quis montar no cavalo. Mas, por não estar acostumado, caiu ao chão e

Ver mais…


O Sal e a Agua

Um rei tinha três filhas; perguntou a cada uma delas, por sua vez, qual era a mais sua amiga? A mais velha respondeu: – Quero mais a meu pai do que à luz do Sol. Respondeu a do meio: – Gosto mais do meu pai do que de mim mesmo. A mais moça respondeu: – Quero-te tanto como a comida quer o sal. O

Ver mais…


A Bela e o Monstro

Era uma vez um príncipe egoísta que um dia não prestou ajuda a uma velhinha que a solicitou. Só que esta era uma bruxa e gritou uma maldição: – Julgas-me indefesa! Pela tua falta de piedade condeno-te a viver a partir de hoje como uma Besta. A transformação foi imediata! O destino da fera ficaria ligado ao de uma rosa encantada, que viveria até

Ver mais…


O presente

A menina eslava a preparar um presente. Tinha uma caixa e uma grande folha de papel dourado assim como fita colorida. O pai perguntou-lhe asperamente: — Que fazes? Estás a estragar todo esse papel. Tens ideia de quanto custa? A menina ficou triste mas continuou a sua tarefa, apertando a caixa contra o coração. Na noite do Dia do Pai, aproximou-se do pai, entregou-lhe

Ver mais…


Os Pais Separados

Uma dia, o professor convocou o pai e a mãe do Duarte para uma reunião acerca do insucesso escolar do seu filho. Os pais viviam separados e, por conseguinte, nem um nem outro sabiam que se iriam encontrar. Duarte fora sempre um aluno feliz, cooperante. Por isso, o professor interrogava-se: «Como irei convencer estes pais separados, a pensar no divórcio, que este mau aproveitamento

Ver mais…