Adriana da Silva Felisbino




Era uma vez quatro irmãos que viviam numa fazenda com seus pais. Pedro era o filho mais velho de 12 anos, Antônio tinha 10 anos, João tinha 8 e Francisca era a caçula de 6 anos. Eles adoravam brincar de correr atrás dos animais quando não estavam na escola. Antônio e João, às vezes costumavam pisar no rabo dos gatos da fazenda ou até mesmo puxar as tetas da vaquinha do pasto. Pedro não concordava com isso, e ficava irritado quando via seus irmãos fazendo isso. Ele acreditava que os animais tinham sentimentos e que até podiam conversar entre eles. Francisca achava que o irmão era esquisito por acreditar que os animais pudessem falar, mas ele tinha certeza que isso realmente acontecia.
Um dia, Pedro viu Antônio e João correndo atrás dos pintinhos de uma galinha. Ele ficou tão preocupado que correu para impedir que eles pegassem os pintinhos e foi quando ouviu um choro muito forte. Olhou para todos os lados e não encontrou ninguém por perto, continuou procurando e viu que era a galinha mãe que chorava sem parar. Ela estava muito triste porque os meninos haviam desaparecido com seus filhotes. Pedro chegou até ela e disse-lhe para não se preocupar, mas sua surpresa foi maior ainda quando a galinha lhe respondeu:

– Me ajude, estou muito preocupada com meus pintinhos, não quero que aqueles meninos façam mal a eles!
Pedro arregalou os olhos e naquele instante teve a certeza de que os animais pudessem falar e, para consolar a pobre mãe, ele disse:
– Pode ficar tranquila que eu vou atrás deles e trarei seus filhotes de volta!

O garoto saiu correndo em busca de seus irmãos que estavam no pomar da fazenda de um vizinho rodeando os pintinhos. Os cinco filhotes piavam desesperados e os dois meninos não paravam de rir da situação. Assim que Pedro foi chegando foi logo dizendo que eles deveriam devolver os pintinhos à sua mãe que estava desesperada atrás deles. Antônio e João começaram a rir e perguntaram:

Ah é? Como é que você sabe que a galinha está desesperada, ela te contou? Disse Antônio enquanto se dobrava de tanto rir.

– E se foi isso? De qualquer forma é muito errado tirar os filhotes de perto da mãe.
Enquanto a confusão não terminava, nesse instante apareceu o feroz cachorro do vizinho e começou a rosnar para os três irmãos. Assustados, Antônio e João pararam de rir e começaram a chorar. Pedro falou para eles se acalmarem que ele iria tentar falar com o cão para que os deixassem em paz. Seus irmãos disseram que não era hora de brincadeira e que tentassem descobrir uma forma de sair daquela situação. Mas Pedro seguiu seus instintos, aproximou-se do cão e disse:

– Ei, pare de rosnar para nós, ninguém aqui quer te fazer mal algum, nós só queremos ir embora e soltar esses pintinhos.

– Então saiam do pomar do meu dono! Respondeu o cão furioso.
Pedro chamou seus irmãos e disse que o cachorro mandou todos saírem do pomar, e foi o que fizeram. Agora seus irmãos estavam com os pintinhos nas mãos para levar até sua mãezinha.
Quando tudo estava resolvido, seus irmãos o chamaram num canto e perguntaram:

– Pedro, então é mesmo verdade que você fala com os animais? Nós nunca acreditamos porque achávamos que era fruto de sua imaginação!

– É verdade sim! Eu também tinha minhas dúvidas, mas quando ouvi a galinha chorar por causa dos pintinhos, comecei a conversar com ela e vi que isso era mesmo possível.
Depois desse diálogo, os três irmãos de Pedro nunca mais duvidaram dele. Os anos se passaram e o menino que afirmava conversar com os animais se tornou um grande médico veterinário. Antônio se tornou agrônomo, João fazendeiro e Francisca bióloga. Todos se dedicavam a cuidar da natureza com suas belas profissões.

animais4 - Pedro e os Animais Pedro e os Animais

Era uma vez quatro irmãos que viviam numa fazenda com seus pais. Pedro era o filho mais velho de 12 anos, Antônio tinha 10 anos, João tinha 8 e Francisca era a caçula de 6 anos. Eles adoravam brincar de correr atrás dos animais quando não estavam na escola. Antônio e João, às vezes costumavam pisar no rabo dos gatos da fazenda ou até

Ver mais…


floresta africana - A Floresta Africana A Floresta Africana

Há muitos e muitos anos atrás, numa selva chamada Floresta Africana, animais brancos e negros não conviviam em harmonia. Na verdade eles enfrentavam uma fase de muita turbulência, afinal, tudo era separado; os animais brancos só podiam circular pelos lugares indicados para animais brancos e os animais de pelo negro só podiam circular pelos ambientes preparados para eles. Desta forma, eles nunca se encontraram

Ver mais…


uma flor chamada jasmim  - Rainha da Primavera Rainha da Primavera

Numa terra muito distante chamada Florislândia, havia todos os tipos de flores, de todas as idades e de todos os estilos. As mais velhas eram mais sábias e cuidavam das mais jovens, as mais novas costumavam ser mais vaidosas e viviam enfeitando suas pétalas. As flores mães cuidavam das tarefas do lar e dos filhos, os pais saíam para trabalhar nas plantações de novas

Ver mais…


imagens imagens planeta terra 36b72a - As Esferinhas As Esferinhas

Era uma vez, oito esferinhas alinhadas no espaço. Cada uma tinha um tamanho e uma cor diferente. Algumas eram quentes, outras geladas, algumas eram enormes e outras bem pequenas. Cada esferinha tinha um nome e, embora todas fossem redondinhas, não se pareciam umas com as outras. Elas nunca paravam no espaço, estavam sempre em movimento. Elas eram encobertas por um lençol branco, que mais

Ver mais…


flora - A Revolta da Flora A Revolta da Flora

No tempo em que as plantas falavam, as frutas andavam e as hortaliças tinham opinião própria, os problemas começavam a surgir com as plantas. A flora toda estava revoltada com tanta cobrança. Não entendeu? As hortaliças sofriam muito para serem cultivadas. O agrião tem o ciclo de 50 dias nas regiões quentes e 70 dias na época fria, suas sementes tinham que ficar encharcadas,

Ver mais…


fadinha curiosa - A Fadinha Curiosa A Fadinha Curiosa

Era uma vez, uma linda fada chamada Clarisse. Ela vivia na Fairyland, terra de muitos encantos e fantasia. As flores tinham vida própria e conversavam com as fadas, as nuvens eram de algodão doce para que as fadinhas pudessem se deliciar, os animais cantavam lindas músicas para alegrar os moradores e as árvores ajudavam a vigiar as crianças para que nada de mau lhes

Ver mais…


ritinha - As aventuras de Ritinha As aventuras de Ritinha

Era uma vez, uma menina muito criativa chamada Ritinha. Sua criatividade era tão grande que, por algumas vezes, ela se metia em encrencas. Todas as férias escolares e feriados prolongados, Ritinha e seus quatro irmãos iam para a fazenda de sua bisavó, Maria. Como toda fazenda, não lhes faltava lugares interessantes para brincar e deixar a imaginação voar solta! A turminha era sempre a

Ver mais…


download - O Pinheirinho Torto O Pinheirinho Torto

Era uma vez, um lindo vilarejo em que morava uma família que trabalhava o ano todo se preparando para o Natal. Manoel era o pai que plantava mudas de pinheiro no início do ano e cuidava delas todos os dias durante todos os meses para que pudessem se tornar fortes pinheiros que deveriam ser belas árvores de Natal. Seu filho Paulo o ajudava com

Ver mais…