Contos Populares




O Pedro era um pastor. O seu trabalho era tomar conta das ovelhas enquanto pastavam. Mas por vezes ficava aborrecido por estar sozinho, sem ninguém com quem brincar e falar.
Um dia resolveu fazer uma brincadeira para se divertir.
Desatou a gritar:
– Lobo, lobo, socorro, está aqui um lobo!
Os fazendeiros que ouviram a gritaria desataram a correr para ajudar o Pedro a afugentar o lobo, mas quando chegaram lá não havia lobo nenhum.
O Pedro fartou-se de rir mas os fazendeiros não acharam piada nenhuma à brincadeira e foram-se embora.
No outro dia o Pedro resolveu fazer o mesmo.
Desatou a gritar:
– Lobo, lobo, socorro, está aqui um lobo!
Os fazendeiros correram para ajudar o Pedro, mas não havia lobo nenhum. O Pedro desatou a rir mas os fazendeiros ficaram zangados e disseram: – Este miúdo pensa que não temos mais nada que fazer! e foram-se embora.
Passados uns dias os fazendeiros ouviram o Pedro a gritar:
– Lobo, lobo, socorro, está aqui um lobo!
E disseram uns aos outros:
– Não nos vamos deixar enganar. Hoje ficamos aqui.
O Pedro continuou a gritar porque desta vez era mesmo um lobo que lhe estava a matar as ovelhas.
– Porque é que ninguém me ajudou? – perguntou o Pedro a chorar. Agora fiquei sem ovelhas.
Não te ajudamos porque pensávamos que era mais uma brincadeira – responderam os fazendeiros.

pedro e o lobo - O Pedro e o Lobo O Pedro e o Lobo

O Pedro era um pastor. O seu trabalho era tomar conta das ovelhas enquanto pastavam. Mas por vezes ficava aborrecido por estar sozinho, sem ninguém com quem brincar e falar. Um dia resolveu fazer uma brincadeira para se divertir. Desatou a gritar: – Lobo, lobo, socorro, está aqui um lobo! Os fazendeiros que ouviram a gritaria desataram a correr para ajudar o Pedro a

Ver mais…


peixe4 798177 - O Descontentamento do Peixe Grande O Descontentamento do Peixe Grande

Numa poça isolada do rio grande vivia uma colónia de peixinhos. Eram muito amigos uns dos outros e reinava a paz no local. Havia, no entanto, um peixe grande e orgulhoso que estragava um pouco essa harmonia. Resmungava quando os peixinhos se aproximavam dele e queria para si tudo o que havia de melhor. Um dia, um dos peixinhos, numa tentativa de se libertar

Ver mais…


Menino Chorando2 - Menino chorão,menino torrão Menino chorão,menino torrão

D. Pequena não sabia mais o que fazer. Seu filho Aparício chorava o dia todo e quando tinha raiva ficava todo roxo e caia no chão como morto. Coitada de D. Pequena , já estava ficando desesperada. Levou o menino numa rezadeira, mais nada adiantou. Ensinaram-lhe chás e mais chás , mais nada resolvia e o menino só piorava. Até que ela resolveu procurar

Ver mais…